Nós, os humanos, somos muitos cínicos. Muito. Um exemplo imediato: você já notou, é claro, que só concordamos com quem pensa igual a nós. Duvido que você concorde com quem pensa diferente de você. Bah, nem a pau, Juvenal! E digo isso, com os olhos num livro aberto diante de mim. No livro, uma frase de Hipócrates, considerado o pai da medicina ocidental.

Hipócrates deixou-nos uma frase com que concordo de cima a baixo, esta: - “Qual o melhor método de prolongar a vida? Trabalhar”. Veja bem, um médico, um sujeito que ficou na História dizendo que nada nos pode ajudar mais a viver bem do que trabalhar.

Claro que muitos vão eriçar os cabelos e saltar da cadeira – “Baita imbecilidade disse esse sujeito, ora já se viu dizer que trabalhar nos dá vida e saúde, ora já se viu...” Dá sim, companheiros, dá sim. Trabalhar é o elixir da juventude, um elixir muito barato e cujo preço se chama “paixão”.

Quem gosta do que faz, mais que isso, quem ama de paixão o que faz não sente cansaço e quando sente é o cansaço do corpo. O cansaço do corpo se recupera com algumas poucas horas de sono, todavia... O cansaço mental, emocional, ah, esse já exige bem mais, afinal, não é um cansaço muscular, mas da mente, das entranhas, da alma.

E o que precisa ficar claro é que o trabalho, antes de tudo, nos dá saúde e vida porque nos tira de nós mesmos, faz-nos esquecer durante bons momentos do dia das nossas azias existenciais, dos nossos emburramentos estúpidos gerados, quase sempre, pelo não ter o que fazer... O fazer distrai, encanta, produz e nos viabiliza uma vida mental e “material” de qualidade.

E trabalhar não precisa ser necessariamente por dinheiro, fosse assim, e só por isso, os herdeiros de grandes fortunas não precisariam sair da cama fofa pela manhã... Se não saírem, se não tiverem uma causa por que lutar na vida estarão mortos vivos...

Aliás, vivo dizendo que se há um casamento que tem que ser por amor na vida esse casamento deve ser com o nosso trabalho, profissão, arte, ciência, esporte, o que for... Só por dinheiro nos esgotaremos todos os dias e morreremos rogando praga às segundas-feiras, coitadas. A segunda-feira é o dia dos vitoriosos da vida; os sábados e domingos dos que vivem cansados, cansados de um casamento infeliz, com o trabalho...

Negócios

Investir numa boa imagem pessoal não é gastar, é preparar-se para fazer bons negócios. Um vendedor, por exemplo, ele ou ela, precisa estar sempre bem-vestido. O vendedor não pode ficar “abaixo” do cliente, em nenhum sentido. Precisa sentir-se seguro, competente, com boa aparência, precisa ter, enfim, a postura e a imagem de quem pode ajudar o cliente e não ficar silenciosamente orando pela comissão... O vendedor é um produto, e tem que ser dos bons...

Falta dizer

Muitas pessoas vivem perguntando se Deus existe, será mesmo? Boa pergunta, mas há uma outra pergunta mais imediatamente importante: é saber se as pessoas que andam por aí sabem se elas mesmas existem ou não... O que mais se vê é gente respirando, vivendo não... Uma boa ocupação dá sentido à vida, a pessoa passa a existir...