Abri uma gaveta e reencontrei uma velha edição da revista Viva. Dei uma rápida folheada e fui fustigado por uma matéria com este título: - “Quanto custa ter cara de rica”. Um sobressalto. Como é a cara de uma rica, ou de um rico? Larguei tudo e fui ler, ou reler.

Pensando um pouco, toda razão para a revista e a reportagem. De fato, o que mais as pessoas – a maioria estulta, é claro – deseja é ser diferente do que é, passar uma imagem melhor; sem, todavia, mover uma palha.

Vem daí a busca tresloucada de mulheres levianas por cirurgias faciais mutiladoras, senão fatais, como em muitíssimos casos. A ideia, não da revista, mas da sociedade, é passar uma imagem de rica, como se as ricas fossem todas bonitas.

Credo, conheço inúmeras ricas que para bruxas não precisam nem da vassoura... Andam, é claro, com roupas caras, dirigem carros de alto preço, moram “bem”, mas só deus sabe como lhes é a vida na hora em que vão para baixo dos lençóis.

Quanto custa ter cara de rica, ou de rico? Para mim, custa o tempo da vida sobre a Terra com estudos, leituras, investimentos em aperfeiçoamentos morais e profissionais de toda sorte... Isso leva tempo, mas...

A pessoa ficará “rica”, rica por dentro. E ser rico por dentro é a única riqueza que vale na vida, o mais é depressão, ansiedades, dependências em psicotrópicos...

Andar com roupas caras, morar num casarão, sair batendo a porta do carro caríssimo, isso, grosso modo, qualquer um pode ter e fazer, basta trabalhar duro e com inteligência. É possível sair da miséria para a riqueza, sim, senhora, porém...

A grande infelicidade na vida é a imagem de rica por fora e de saber-se a pessoa miserável por dentro. Sair da pobreza interna exige méritos, esforços continuados e retidão de caráter.

Essas virtudes, todavia, iluminam os sorrisos, são o melhor rímel para os olhos, o melhor penteado para os cabelos e o melhor coração para o amor.

Já a escuridão interna leva ao desespero, ainda que a cara da pessoa possa “parecer” bonita. Sejas rica por dentro, leitora. E terás luz própria, interna. E vais ofuscar as que só têm cara de ricas. A falsa luz dos bens materiais leva aos psicotrópicos...

Defesas

Está em moda, familiares ou advogados ao defender desajustados que cometem crimes dizer que eles têm problemas mentais. Problemas mentais não mudam o caráter, reforçam.

Psicólogos americanos já testaram “loucos” de todos os tipos. Nenhum aceitou comer m... E nenhum rasgou nota de 100 dólares.

As ações dos “doentes mentais” são intencionais, são seu caráter. Quando fora da lei, eles têm que levar ferro...

Aparência

Cuidado com o modo como você se apresenta para uma entrevista de emprego. Acabo de ler matéria num jornal de São Paulo sobre cabelos que estão levando pessoas a perder vagas de emprego.

Só que as empresas não dizem do por que da não contração, e estão muito rigorosas no aceitar desatenções de posturas. Saber disso pode valer a vaga...

Falta dizer

Uma brasileira, que não fez mais que obrigações na vida, está por ser beatificada, tornada santa pelo Papa. Santa? O que ela teria feito para ser “santa”?

Conheço mulheres admiráveis, mais que santas, e que andam por aí ignoradas e na miséria. Essas sim são santas. Mas ninguém dá bola para elas, elas não vivem fingindo nas igrejas. As verdadeiras “santas” andam longe dos altares.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul