Brigas e razões

Colunistas

Por: Luiz Carlos Prates

quinta-feira, 04:00 - 16/06/2016

Luiz Carlos Prates
Acabei de ler um trecho que faz pensar, se a leitura desse trecho for “engolida” não vai funcionar. E o que mais acontece é pessoas “engolindo” frases, não entendendo o que leem... A verdadeira leitura precisa da compreensão, da postura crítica diante do texto, isto é, dos adequados juízos de valor de quem lê, sem o que não haverá retenção e por consequência memória, aprendizado. Vamos lá, ouça esta, leitora, leitor: - “Não ceda para evitar uma briga quando souber que está certo. Se você se mostrar uma pessoa manipulável, os outros certamente irão abusar de sua boa vontade”. Luz vermelha acesa. Antes de tudo, quem disse que estamos certos? Há questões em que, sim, estamos certíssimos, ora bolas! Em outras, todavia, estamos usando de um juízo de valor “nosso”, não da outra pessoa. E aí, é a velha história – nunca concordamos com quem pensa diferente de nós... O outro lado desta moeda exige que a pessoa “errada” se dê conta de que está errada, vai se dar? Não conheço casos. E, ainda que se dê a pessoa conta de que está errada, não dará o braço a torcer. Não fosse assim, não haveria divórcio. O divórcio é resultado do encontro de dois tapados que não quiseram ver, por obtusidade ou algum interesse, os defeitos da parceria. Quem tem sensibilidade vê logo os defeitos “inaceitáveis” do parceiro, ele ou ela. Claro que vê. Os interesses é que levam a pessoa a fingir não ver, o que é crime hediondo a caracterizar a estupidez. Ninguém me vai dizer que durante o tempo de namoro (que hoje está em extinção, vão para o sexo sem namoro prévio, regra geral... ) não deu para ver os inconvenientes da personalidade dele ou dela... Claro que deu, mas não quiseram dar o fora, lhes interessava ficar com ele ou com ela. E sobre esse assunto da discussão, muitas pessoas, ou por bondade ou por covardia, silenciam ainda que tenham razão. Ora, a outra parte, sendo má, vai se aproveitar, viverá criando encrencas e sabendo que vai levar a melhor. Quando se têm razão e, por educação ou medo, se fica quieto, a pessoa vai viver permanentemente num inferno. Mas é preciso ter razão, Razão, eu disse. É por isso que não abro mão da “alma gêmea”, essa alma somos nós na outra pessoa. E sendo assim, vamos sempre nos respeitar e amar. É o paraíso. O diacho é achar esse outro lado da laranja... Pegadinhas São muito raras as verdadeiras pegadinhas na televisão. Há equipes internacionais que as gravam – tudo teatro – e vendem para tevês do mundo. E os idiotas morrem de rir. Aliás, dia destes a Susana Vieira contou no Vídeo Show que muitos “artistas” erram de propósito em certas gravações só para aparecerem mais tarde nos “erros de gravação”. Isso no princípio era verdadeiro. Aí os sem talento forçaram/forçam a barra errando de propósito para aparecer nos programas. Não ter talento é tudo... Falta dizer Bom, não vamos longe, pois não surgiu agora uma legião de analfabetos criticando o português correto do Michel Temer? A maioria dos brasileiros, de fato, sente saudade do Lula...
×