Editorial OCP News
Editorial OCP News
Por Nelson Luiz Pereira - conselheiro editorial do OCP

Sob ponto de vista médico científico, convencionou-se classificar as pessoas por grupos de acordo com a vulnerabilidade de contaminação frente à Covid-19. Significa que idosos, obesos, gestantes, portadores de doenças crônicas ou comorbidades, profissionais da saúde, assistência e segurança, são os mais propensos a contraírem o vírus.

São os classificados como grupo de risco. Obviamente, essa e outras formas de classificação, se mostram necessárias para a gestão do combate a essa pandemia. Portanto, trata-se de uma classificação eminentemente técnica.

Entretanto, é imprescindível que a sociedade entenda também que, pela ótica de unidade social, todos somos, indistintamente grupo de risco em meio a essa crise pandêmica. Nosso olhar não pode ser meramente técnico, estatístico, probabilístico. Quando há vidas em jogo, os riscos, as consequências, as perdas, passam a ser de todos, indistintamente.

O senso comum, com relativa naturalidade, tende a ponderar perdas de vidas, pela Covid-19, sob a lógica etária ou estado de saúde. Em essência, não se trata de mais uma morte contabilizada, mas sim, de menos uma vida compartilhada.

Inverter essa ótica significa cuidar mais da própria saúde, mas não negligenciar o cuidado com o próximo. Há um contingente importante de idosos e doentes reclusos em grande parte dos lares. A segurança e dignidade dessas pessoas dentro dos lares, depende da atitude e responsabilidade solidária das pessoas fora dos lares.

Ressalta-se que, embora a preservação da vida seja sempre a prioridade número 1, a Saúde e a Economia são interdependentes e nunca poderão seguir dissociadas. Por isso, o respeito coletivo e rigor no cumprimento das orientações sanitaristas e epidemiológicas, são nossas poderosas armas.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul