Instituiu-se nacionalmente a campanha do Novembro Azul como forma de conscientizar os homens sobre os cuidados com a saúde, sobretudo em relação ao câncer de próstata. Em Jaraguá do Sul, o lançamento oficial da campanha, coordenada pela Rede Municipal de Saúde do Homem, acontece nesta sexta-feira (5) na sede da entidade.

Sempre se faz oportuno evidenciar que o câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A cada 38 minutos, um homem morre no Brasil vítima desse câncer, cuja mortalidade é alta e ceifa 29% dos que desenvolvem neoplasias malignas.

Outro dado preocupante é o fato de que na fase inicial, esse tipo de câncer não apresenta sintomas, e quando alguns sinais aparecem, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, minimizando o processo de cura. Esse estágio apresentará os seguintes sintomas: dor óssea; dores ao urinar; vontade de urinar com frequência; presença de sangue na urina e/ou no sêmen. No entanto, esse estágio pode ser evitado com a simples atitude da prevenção.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que homens sem sintomas ou sem fatores de risco, busquem uma avaliação médica sobre o câncer de próstata a partir dos 50 anos. Todavia, homens negros, ou que tenham um parente de primeiro grau com câncer, devem fazer esse preventivo já dos 45 anos em diante.

Por fim, cabe salientar que, de acordo com pesquisas, 80% dos homens que deveriam fazer o preventivo, não o fazem por desinformação e preconceito. É inconcebível que num mundo regido por tanta informação disponível, o tabu continue matando.