Por Nelson Luiz Pereira - conselheiro editorial do OCP

Em que pese a brilhante ação e comprometimento do Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde da Covid-19, em consonância com a funcional estrutura e aparato hospitalar, juntamente com os guerreiros profissionais de saúde, os casos tem aumentado consideravelmente em nossa região.

As respostas do poder público e autoridades sanitárias têm se mostrado contundentes, já passando a valer, inclusive, novo decreto regionalizado de enfrentamento ao Coronavírus, determinando mais restrições em todos os municípios da Amvali, com vistas a diminuir a sinistra curva do contágio da pandemia. Há um potencial de contaminação gravíssimo em nossa região, com a taxa de ocupação de leitos exclusivos à Covid-19 em 93%, nos hospitais de referência.

Soma-se a todas essas providências, a incansável, comprometida e competente atuação da Polícia nos trabalhos de fiscalização e proteção. Mas estamos testemunhando que tudo isso não tem sido suficiente. Falta o comprometimento de parcela da população. Falta consciência cidadã quanto a importância de cuidar de si e dos outros.

Desfrutar de parques, pubs, templos e praças, não se configuram prioridades nesse momento crítico. É possível seguir a vida e os negócios, sim, porém, radicalizando nos cuidados. É preciso redobrar a consciência de que a Covid-19 é uma doença real e letal que ataca de forma indiscriminada e se manifesta de forma traiçoeira em cada ser humano de forma peculiar.

Portanto, não há um tratamento padrão, cada paciente terá um trauma particular, quando não a fatalidade. O único padrão aceitável nesse momento crítico, é a atitude de prevenção, responsabilidade e cidadania.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul