Pode ser que o jargão popular “é na crise que surgem as oportunidades” seja dito por algumas pessoas no intuito de consolarem e dar esperança àquelas que foram prejudicadas ou surpreendidas com o declínio de seus negócios. No entanto, a frase tão usual carrega um tesouro precioso a quem desperta.

Como retomar os negócios se a empresa está com dívidas?

A gestão do passivo eficaz e criativa permite às empresas, o alinhamento da proteção do patrimônio da pessoa jurídica e de seus sócios, com a estratégia de crescimento futuro.

A capacidade de reverter um quadro negativo está ligada ao estudo investigativo, profundo e cauteloso, cuja incumbência não deve ficar só aos cuidados do empresário, também deve ser compartilhada com profissionais experientes de áreas como jurídica, contábil, entre outras.

As condições favoráveis somente virão para quem estiver preparado, e, para isso, o dono do negócio e seus consultores devem estar unidos no propósito de gerar valor, sendo que as mudanças a serem feitas para tornar o negócio novamente rentável, envolvem, na maioria das vezes, a redução de custos, renegociação de dívidas, análise detalhada do fluxo de caixa, e até, busca de novos investidores.

Ao repensar os procedimentos, surgem as novas ideias, já que somente ao identificar os problemas, aparecem as soluções. Por isso, recuse o desânimo, persista e cerque-se de pessoas comprometidas.

Marini Müller OAB/SC 37.460 - advogada atuante áreas de Direito Civil, Direito Bancário e Direito Empresarial na Mattos, Mayer, Dalcanale & Advogados Associados, Bacharel em Direito pela Universidade Regional de Blumenau – FURB, pós-graduada em Direito Constitucional Aplicado – Faculdade de Direito Professor Damásio de Jesus.