Quantas vezes você já parou para se perguntar o motivo pelo qual o final de semana interfere tanto nos seus resultados de perda e/ou manutenção do peso?

Sabe por quê? Dá uma olhada nessa imagem.

Nela, temos uma situação hipotética na qual a paciente precisaria consumir 1.800 kcal por dia para emagrecer.

Podemos observar que de segunda a quinta-feira está indo tudo bem. Na sexta-feira, já observamos uma variação. Um consumo adicional de 400 kcal, totalizando uma ingestão diária de 2.200 kcal.

Mas, o que são 400 kcal a mais não é mesmo? Qual é o problema nessa situação?

Que o consumo adicional de calorias se mantém constante também nos finais de semana, no qual podemos observar um consumo diário de 3.000 kcal no sábado e no domingo.

Ou seja, somando a ingestão calórica de todos os dias (1.800 + 1.800 + 1.800 + 1.800 + 2.200 + 3.000 + 3.000 = 15.400 kcal) e fazendo uma média semanal (15.400 kcal / 7 dias), percebemos que a paciente está ingerindo na verdade 2.200 kcal por dia, ao invés das 1.800 kcal recomendadas.

Nesse caso, esse consumo adicional faz toda diferença no final do mês, resultando em ganho de peso.

Outro agravante se você observar a imagem é que, além de aumentar a ingestão de calorias, a paciente reduziu a prática de atividade física nos finais de semana, diminuindo o seu gasto.

Por isso, fique atenta(o) aos deslizes da dieta! Por menores que pareçam, eles podem interferir diretamente nos seus resultados.

Na dúvida, não hesite em procurar o auxílio de um nutricionista. Caso queira ter acesso a mais conteúdos sobre alimentação e nutrição, clique aqui.