Você já ouviu falar em tratamento de hérnia de disco com tração eletrônica? Mas o que é essa tração? É uma maca que faz uma tração da coluna lombar ou cervical de modo controlado e eficaz.
Ela possui um computador onde podemos colocar os parâmetros ideais para cada paciente, desde quanto de peso (em quilos) a maca ira tracionar, a forma de tração e o tempo de duração.
 Esse tipo de tratamento é muito eficaz naqueles pacientes que devido a uma hérnia de disco começaram a sentir dor irradiada, que nada mais é do que aquela dor que desce da lombar para glúteo, coxa ou até mesmo na perna inteira ou da cervical para o braço.
Isso acontece quando geramos uma compressão nervosa, quando algo encosta no nervo.
Essa maca é capaz de promover uma descompressão do nervo nos ajudando a centralizar a dor. A centralização da dor nada mais é do que o desaparecimento das dores mais distais, aquelas que são mais longe da coluna.
Com o passar do tempo, durante o tratamento o que observamos é que o sintoma que, por exemplo, era na panturrilha sobe para a coxa, depois nádega até que fique apenas uma dor lombar e aí sim conseguimos eliminar em 100% a dor.
Além disso também é possível trabalharmos uma mobilização das vértebras, promovendo um relaxamento da musculatura mais profunda da coluna. Em alguns casos, alguns pacientes chegam com "travamento" da coluna, sem conseguir se movimentar de forma correta.
Em alguns casos o que causa isso é um espasmo da musculatura profunda que acontece como forma de proteção do corpo.
Com a maca de tração eletrônica conseguimos trabalhar mais profundamente, ajudando a relaxar a musculatura. Mas quais pacientes se encaixam no tratamento com a tração eletrônica? Aqueles pacientes que têm sintomas de irradiação como dor que desce pelas pernas ou braços, formigamentos, falta de sensibilidade e até mesmo fraqueza em um dos membros (perna ou braço).
Todos esses sintomas são gerados por alguma compressão nervosa, sendo muito eficaz o uso da tração. Porém, o tratamento não pode se basear em apenas uma técnica. Após o alívio dos sintomas é muito importante dar início ao fortalecimento da musculatura estabilizadora da coluna, pois só assim as chances de uma recaída de dor serão reduzidas.
O tratamento de hérnia de disco em 95% das vezes não necessita de cirurgia. Se tratarmos da forma certa, com as técnicas certas a chance de sucesso no tratamento é muito grande, porém quanto mais tempo você passar com os sintomas e não tratar, maior a chance de que você se encaixe nos 5% cirúrgicos.
Não espere as coisas piorarem ainda mais para procurar ajuda, trate-se o mais rápido possível e tenha uma vida normal, saudável e feliz. Dor na coluna não é normal, não tem que se acostumar e, sim, ela pode deixar de existir.