Ao longo de tantos anos de vida e com tantas experiências acumuladas, jamais imaginei ver um político dizer que “está cansado das lides parlamentares, doente do corpo e da mente”. Pois, o espanto foi causado por uma vereadora de Florianópolis. O seu pedido de afastamento por 14 dias com atestado médico, também causou estranheza nos seus pares. Cíntia de Moura Mendonça (Psol), do mandato coletivo Bem Viver, anunciou “afastamento temporário da atividade política”. O posicionamento público foi feito no início da semana pela internet. A vereadora atribuiu a decisão a “um adoecimento do corpo e da mente”. Conheço alguns “mentalmente afetados”, mas que nem sonham em sair. Pelo contrário: acham que estão abafando.

Estranheza

São chocantes, as últimas normas e decisões do Tribunal Superior Eleitoral com autoconcessão de Poderes extras, entre eles, policiais. Juridicamente, inquietantes!
Além do atropelo dos princípios constitucionais e de outras regras apaziguadas pelo próprio STF, os Ministros resolveram que “são legisladores”, mesmo sem ter recebido um único voto. Leis e normas eleitorais são privativas das funções dos integrantes do Congresso Nacional.

No entanto, os Ministros do TSE que às vezes são os mesmos do STF, resolveram extrapolar todos os limites e com isso provocam uma imensa insegurança jurídica, afetando até os investimentos no país. Achou exagero? Qual investidor vai colocar seu dinheiro onde regras jurídicas mudam conforme vontade de um Ministro do STF?
Ainda mais se lembrando daquela frase do Ministro Luís Fux: - Mexeu com um, mexeu com todos...

Corporativismo entre Ministros de uma corte dá segurança?

Até a tampa

Ninguém suporta mais ouvir falar em eleição, Fake News , ataques de cá, ataques de lá, censura em todos os cantos, processo eleitoral, votação. O brasileiro exauriu a sua paciência e por alguns motivos:
- Explicando aos demais, os acontecimentos do nosso país com o maior esquema de corrupção da história da humanidade.
- Tentando fazer o sujeito entender que “o assaltante não pode ser o gerente do banco que ele roubou”.
- Olhando boquiaberto, as lambanças de Ministros da mais alta corte do país enterrando a Constituição Federal a cada meia hora e diariamente.
- Ouvindo mentiras em propaganda eleitoral sem poder fazer nada.
- Aturando o vizinho que acha que vai comer picanha.

O brasileiro quer trabalhar em paz, ter segurança para fazer investimentos, gerar empregos, ter garantias de que os princípios fundamentais garantidos na Constituição Federal serão respeitados, ver bandido tratado como bandido e não como descondenado. Dispensa comentários e textos longos O que dizer sobre o depoimento do servidor do TSE, Alexandre Gomes de Machado?

Em depoimento à Polícia Federal, além de testemunhar que houve fraude nas inserções de propaganda eleitoral em 2022 e que prejudicou o candidato Jair Bolsonaro, afirmou que vem alertando sobre falhas de fiscalização desde 2018. Leiam:

Para pensar:

"A política é quase tão excitante como a guerra e não menos perigosa. Na guerra a pessoa só pode ser morta uma vez, mas na política diversas vezes. "Winston Churchill