O governo do Estado comunicou ontem que recebeu o último lote com 230 respiradores adquiridos da WEG. Os equipamentos foram transportados até o Centro de Distribuição da Secretaria de Estado da Saúde, localizado na região metropolitana de Florianópolis.

Este lote faz parte de um total de 500 ventiladores pulmonares comprados pelo governo de SC para o enfrentamento à Covid-19. A operação especial foi coordenada pelo Grupo de Ações Coordenadas (Grac) da Defesa Civil do Estado.

O acordo assinado pela Weg de transferência de tecnologia com a empresa Leistung Equipamentos - fabricante de equipamentos médico-hospitalares - para produzir respiradores artificiais, mostra mais uma vez a competência e capacidade da indústria catarinense.

Enquanto o governo do Estado passou por uma tentativa desastrosa de aquisição de 200 respiradores da China, sem a garantia de entrega e com um valor exorbitante de R$ 33 milhões, que resultaram em operação do Ministério Público, Tribunal de Contas e Polícia Civil, além de uma CPI na Assembleia Legislativa, exonerações de secretários e prisões, a solução estava de dentro de casa - no próprio Estado - e com o selo de compromentimento e qualidade. Em apenas um mês, a Weg conseguiu entregar 500 respiradores, cumprindo prazos, especificações, seguindo regras e no valor bem menor - R$ 30 milhões.

Vale lembrar aqui que esse acordo no Estado também é fruto dos esforços da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e da Associação Catarinense de Medicina (ACM), entidades que sabem que os respiradores são essenciais para o enfrentamento do coronavírus.

Distribuição

O governador Carlos Moisés exaltou ontem o comprometimento de todos os envolvidos em garantir a distribuição dos equipamentos. “Com o compromisso e seriedade da empresa e agentes públicos, finalizamos hoje esse ciclo de entregas, que vai permitir atender com mais tranquilidade pacientes com coronavírus em todas as regiões de Santa Catarina”, ressaltou.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, afirmou que os equipamentos deste último lote serão disponibilizados às unidades hospitalares seguindo critérios de distribuição que avaliam o risco epidemiológico de cada região. “Esses 230 novos ventiladores com certeza serão um reforço importante para a nossa estratégia de combate à pandemia, principalmente diante desse cenário que estamos enfrentando com a chegada do inverno e aumento das doenças respiratórias.”

 

Hospitais recebem ventiladores pulmonares

O deputado federal Fábio Schiochet (PSL) intermediou a liberação junto ao Ministério da Saúde de 10 respiradores para UTIs e 10 respiradores para serem utilizados em ambulâncias no socorro a pacientes.

Os municípios atendidos foram: Itajaí com 4 respiradores de UTI e 4 móveis, Jaraguá do Sul com 4 respiradores de UTI e 4 móveis e Mafra com um respirador de UTI e um móvel. Na foto, Schiochet com o secretário de saúde de Jaraguá Alceu Gilmar Moretti e o diretor-geral do Hospital São José Maurício Souto Maior. O Hospital Jaraguá também deve receber equipamentos.

Foto: Divulgação

CURTAS

Linha de frente

O prefeito de Guaramirim Luís Chiodini (PP) estava na em campo ontem coordenando os trabalhados de levantamento de estragos e atendimento à população depois do temporal que atingiu a região. Por vídeo e mensagens nas redes sociais, principalmente no whats, o prefeito informava a população de como estava a situação e as providências tomadas pela Prefeitura, Defesa Civil, bombeiros e outras entidades.

Exonerado

O governador Carlos Moisés (PSL) exonerou no fim da semana passada o Chefe da Casa Civil Amandio João da Silva Junior. Amandio ficou no cargo por apenas pouco mais de um mês, sendo nomeado depois do pedido de afastamento de Douglas Borba, que atualmente está preso preventivamente por indícios de envolvimento na compra dos 200 respiradores pulmonares no valor de R$ 33 milhões, sem licitação, pelo governo estadual.

Interino

Em nota breve, emitida pelo governador, ele destacou que o ex-secretário pode melhor prestar seus esclarecimentos pessoais perante as autoridades constituídas em relação aos fatos relacionados à sua atividade profissional desenvolvida na iniciativa privada. Quem assumiu interinamente no lugar de Amandio foi o subchefe da Casa Civil Juliano Chiodelli.

Outra baixa

O governo Carlos Moisés sofreu mais uma baixa. Ontem (29), Luiz Felipe Ferreira entregou uma carta ao governador pedindo exoneração do cargo de controlador-geral do Estado. Luiz Felipe Ferreira estava no cargo desde 2018, e era apontado como um dos principais assessores de Moisés, em função do seu papel na administração estadual.

CPI

No entanto, após o vazamento das informações sobre a compra de 200 respiradores, pagos antecipadamente ao valor de R$ 33 milhões, sem que os equipamentos tivessem chegado ao estado, seu desempenho passou a ser criticado. Na semana passa ele prestou depoimento na CPI dos Respiradores, na Alesc, e não esclareceu as dúvidas dos deputados. Tanto que foi encaminhado ao governo o pedido de afastamento da função. Ainda foi não anunciado o nome do seu substituto.

Testes rápidos

A Secretaria de Saúde de Corupá iniciou uma ação de combate ao coronavírus em estabelecimentos comerciais de maior circulação de pessoas no Município. Foram realizados testes rápidos em funcionários de supermercados, restaurantes, panificadoras e postos de combustíveis. No total, 87 pessoas foram testadas somente na semana passada. Todos os resultados deram negativo.

A testagem por amostragem tem como objetivo identificar pacientes doentes e evitar o contágio do vírus nestes espaços onde circulam muitas pessoas. Até o final desta semana, 250 trabalhadores devem fazer o teste.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul