Iniciou na segunda-feira (13), a nova campanha nacional criada pela Secretaria de Comunicação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com foco no eleitorado jovem. Com o conceito “Bora Votar. Eu vou porque eu posso”, a campanha incentiva o alistamento eleitoral e o voto consciente dos jovens de 16 e 17 anos, que, mesmo não sendo obrigados a votar, podem participar do processo eleitoral e escolher seus representantes nos Poderes Executivo e Legislativo em 2022.

O objetivo da ação é estimular o interesse dessa faixa etária em participar da vida política e conscientizá-los sobre o potencial que o voto tem de mudar a realidade do País. A campanha transmite a mensagem de que o Brasil pertence a toda a população brasileira e que os jovens podem fazer a diferença por meio do voto e que votar é um exercício de cidadania que fortalece a democracia.

Segundo a iniciativa do TSE, ao votar, a cidadã e o cidadão podem ajudar a mudar o futuro da cidade, do estado, do País. “Portanto, não permita que outras pessoas decidam por você. Por isso, vote porque você pode, vote porque você quer, vote porque você se importa. Não deixe de emitir sua opinião”, alerta a ação.

A campanha de conscientização foi veiculada nas emissoras de rádio e TV, em veículos de instituições parceiras e nos perfis da Justiça Eleitoral no Twitter, Instagram, Facebook e Spotify e segue até o dia 31 de dezembro.

Interatividade

O eleitorado jovem a partir de 16 anos de idade conta ainda com uma página no Portal da Justiça Eleitoral totalmente dedicada a esse público, inspirada nos aplicativos de mensagem. A interface traz respostas às perguntas mais frequentes sobre a emissão do título eleitoral feitas por jovens por meio das redes sociais da Corte Eleitoral. Além de informações sobre a emissão do título, o site também oferece acesso a outros temas relacionados à Justiça Eleitoral.

No banner “Eleições”, por exemplo, o jovem pode saber quando ocorrem os pleitos, quem pode votar, qual a diferença entre eleição geral, municipal e suplementar e como é feita a votação.

Ministro da Infraestrutura será ouvido na Comissão de Viação e Transportes

A Comissão de Viação e Transportes (CVT), da Câmara dos Deputados, promove uma audiência pública nesta terça-feira (13) com o ministro da InfraestruturaTarcísio Gomes de Freitas, sobre o plano de ação e programas prioritários da pasta para este ano. O debate atende a pedido do presidente da CVT, o deputado federal, Carlos Chiodini (MDB).

“Considero de grande importância convidar o ministro para informar não apenas os parlamentares, mas a sociedade sobre os trabalhos realizados e as prioridades para o ano de 2021, tais como os leilões de concessão de aeroportos, portos, ferrovias e rodovias e demais ações de infraestrutura desenvolvidas pelo governo federal. Em Santa Catarina, por exemplo, temos muitas obras em andamento e precisamos de mais detalhes sobre os investimentos e cronograma previsto”, explica.

A audiência com o ministro está marcada para às 9h30, com transmissão ao vivo no Youtube da Câmara dos Deputados.

Foto: Divulgação/Assessoria Imprensa deputado Carlos Chiodini

Residentes

A Câmara de Jaraguá vota nesta terça-feira, dois projetos de lei do Executivo sobre as bolsas de estudo de médicos residentes. Um acresce a especialidade de clínica médica e promove outras alterações no convênio com o Hospital São José e a Faculdade Estácio de Sá, já outro autoriza o Município, por intermédio do Fundo Municipal de Saúde (FMS), a firmar convênio de cooperação com o Hospital Jaraguá e a Estácio para os médicos residentes.