O presidente do PSL de Santa Catarina, deputado federal Fábio Schiochet, compartilhou na tarde de ontem (20) nota de repúdio e desfiliação do ex-candidato a prefeito de Jaraguá do Sul pelo PT, Luiz Carlos Ortiz Primo.

Ortiz havia assinado sua filiação ao partido do presidente Bolsonaro no sábado (17) em ação realizada pelo PSL. O ex-petista foi candidato a prefeito pelo PT nas eleições de 2016. Ele é servidor público e era filiado ao partido desde 1995. Além de candidato, também foi presidente do Sinsep - Sindicato dos Servidores Públicos de Jaraguá e região.

Na nota emitida em nome do PSL estadual, Schiochet destaca que "será feita uma triagem ideológica dos interessados quando a Executiva Estadual proceder ao cadastro no TRE, eliminando qualquer possibilidade de pessoas com ideologias diferentes estarem inscritas em nossas fileiras." E finaliza a nota dizendo:

“Assim reforço meu repúdio reforçando a informação que o PSL Estadual e Nacional já haviam tomado providências quanto a situações como esta.”

Procurado para falar sobre a filiação na segunda e, nesta terça-feira (20), sobre sua desfiliação, Ortiz não atendeu as ligações.

 

Aumento do Fundo Eleitoral

Será grande mais uma vez a pressão do partido Novo nesta quarta-feira, caso vá à votação a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do governo federal que inclui o aumento de mais de 100% do fundo eleitoral para 2020. Nas últimas eleições, em 2018, o montante definido pelo Congresso Nacional para o Fundo Eleitoral foi de R$ 1,7 bilhão. Agora, no relatório final, o valor subiu para R$ 3,7 bilhões.

O presidente estadual do Novo Eduardo Ribeiro comenta que o partido é o único que originalmente é contra o fundo eleitoral, assim como o fundo partidário, porque não utiliza destes recursos para suas campanhas. Ele destaca que logo que foi tomado conhecimento do aumento do fundo eleitoral, foi feito um abaixo-assinado on-line com mais de 200 mil assinaturas contra o aumento deste recurso.

“Esse reajuste vai na contramão das novas convicções e ideais da nova política. Pretendemos conscientizar os deputados para rejeitar esse aumento que é desconexo com nossa realidade no País que passa por um momento de mudanças. Este valor que vai para o fundo eleitoral, deveria ir para a saúde, educação, enfim, para as necessidades da população”, destaca.

Passado recente

Levantamento feito no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que Esperidião Amin (PP), Lucas Esmeraldino (PSL), Paulo Bauer (PSDB) e Raimundo Colombo (PSD) abriram conta para receber o Fundo Eleitoral na última campanha. O único que não abriu conta e não recebeu recursos do Fundo Eleitoral foi o agora senador Jorginho Mello (PL) que já declarou voto contra o aumento. O senador Dário Berger, que concorreu ainda sob as regras antigas de financiamento, em 2014, também anunciou voto contra e Esperidião Amin também comunicou por meio da sua assessoria, que irá votar contra.

Incentivo Econômico

A necessidade do governo redobrar esforços para garantir o fortalecimento econômico dos municípios da região como forma de garantir empregos e renda foi tema da reunião realizada ontem entre o deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) e o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável Lucas Esmeraldino, em Florianópolis.

Caropreso solicitou uma visita oficial do secretário e equipe a algumas cidades para ouvir as propostas de desenvolvimento regional elaboradas por entidades, associações comerciais e industriais, dos municípios e de universidades para discutir de que forma o estado pode melhorar a qualidade de vida das pessoas. O deputado é o idealizador da Frente Parlamentar em Defesa dos municípios das regiões norte e nordeste.

Foto: Divulgação

 

 

Café com empresários

A Prefeitura de Massaranduba promove no dia 5 de setembro, um café com empresários da cidade para identificar as principais demandas do município, áreas de atuação profissionais e debater sobre inovação. A Fiesc também apresentará uma projeção do desenvolvimento para o município.

Escola

O O vereador Jaime Negherbon (MDB), destacou na sessão de ontem, na Câmara de Jaraguá, sobre a matéria publicada pelo OCP de que as obras da escola de ensino médio Darci Frank Welk, no bairro Tifa Martins, devem ser retomadas pelo governo do Estado após seis anos paralisadas. O assunto foi abordado por diversas vezes no Legislativo Municipal. Os vereadores Celestino Klinkoski e Eugênio José Juraszek, ambos do PP, também destacaram a importância da conclusão do novo prédio da escola para aquela comunidade.

Issem

A Câmara de Jaraguá aprovou ontem, em primeira votação e por unanimidade, o projeto de lei complementar, do Executivo, que dispõem sobre o Sistema de Seguridade Social dos Servidores Públicos Municipais.

A finalidade é promover adequações na legislação no que se refere a intermediação dos serviços de saúde do Issem-Saúde no atendimento às vítimas de acidente de trabalho. Segundo a Prefeitura, há uma dificuldade em encontrar interessados no processo de credenciamento destes serviços, em função da baixa demanda, o que resulta no alto custo do atendimento particular ou em lentidão no atendimento via Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger