Os prefeitos de Jaraguá Antídio Lunelli (MDB) e de Guaramirim Luiz Antônio Chiodini (PP), estiveram reunidos esta semana para tratar da construção da ponte sobre o Rio Itapocuzinho, a conhecida ponte da Zanotti, que fica no limite entre os dois municípios.

A construção de uma nova ligação entre Jaraguá e Guaramirim é uma discussão antiga. A obra já tem projeto executivo, desenvolvido pela equipe da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali), mas ainda não saiu do papel.

Segundo Lunelli, na reunião desta semana com o prefeito Chiodini, foi reafirmada a intenção de construção da ponte e os recursos serão pleiteados junto ao governo do Estado, já que se trata de uma ligação intermunicipal. Além disso, a Prefeitura de Jaraguá pretende pavimentar um trecho de 250 metros da Rua Germano Wagner, que dá acesso à ponte.

Os dois prefeitos também acordaram que num prazo de 30 dias devem ser apresentadas alternativas de estrutura e seus custos. Existem três opções a serem avaliadas: a atualização dos valores do projeto já criado pela Amvali, que é a de recuperação da ponte com estruturas metálicas; a utilização de kit transposição da Defesa Civil Estadual, com as estruturas metálicas tiradas da última reforma da Ponte Hercílio Luz em Florianópolis; ou construção da ponte em concreto armado. “Escolhendo uma delas, vamos bater o martelo e dar sequência ao assunto”, destacou Lunelli.

A nova ponte não deverá ser o acesso principal entre os dois municípios, mas uma ligação alternativa a ser utilizada pelos moradores e trabalhadores daquela região, com passagem apenas para pedestres, ciclistas e motociclistas.

A ligação prioritária continua sendo a Ponte do Portal que deve ser refeita dentro do que prevê o projeto de duplicação do trecho urbano da BR-280.

Barragem

A Câmara jaraguaense aprovou esta semana, uma moção de apelo, proposta pelo vereador Osmair Gadotti (MDB), que solicita a busca por verbas federais para obras de reestruturação na barragem do Rio Itapocu, em Guaramirim.

A moção é direcionada à Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali). Em fevereiro deste ano, o parlamentar já havia feito o apelo à Associação dos Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi). Segundo Gadotti, o objetivo é possibilitar a subida dos peixes em época de piracema, pois da forma como está hoje, a barragem impede que os peixes cheguem aos municípios de Jaraguá do Sul e Corupá.

Proteção

A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira (6) o Projeto de Lei de autoria do deputado federal Coronel Armando (PSL), para incluir conteúdos relativos à prevenção de violência contra a mulher nas escolas de educação básica. A proposta tramitou em conjunto com outros 12 projetos que versavam sobre tema semelhante.

O texto foi aprovado em forma de substitutivo, apresentado pela relatora Carla Dickson (Pros/RN), englobando aspectos de todos os projetos. Antes de virar Lei, ele ainda precisa ser votado pelos senadores. De acordo com o substitutivo aprovado, fica instituída a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher, a ser realizada nas escolas públicas e privadas de educação básica, anualmente, no mês de março.

Atendimento

Os vereadores Anderson Kassner (PP) e Osmair Gadotti (MDB) foram autores de indicação que pede ao Executivo e à Secretaria de Saúde a ampliação do horário de atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Jaraguá. As unidades sugeridas por eles ficam nos bairros Ilha da Figueira, Barra do Rio Cerro, Nereu Ramos e Vieira.

Os parlamentares querem que o horário das unidades nos bairros estenda-se até o período da noite, podendo ser às 20h, às 21h, às 22h ou outro horário. Eles esclarecem que isso deve ser definido pela equipe técnica da Saúde. O objetivo também é que Jaraguá do Sul tenha algumas unidades com estruturas físicas mais amplas, como, por exemplo, os ambulatórios gerais da cidade de Blumenau, que tem mais médicos e serviços oferecidos à população, agilizando o atendimento.