A Câmara Federal aprovou, na noite de quarta-feira (18) projeto de reforma eleitoral que retoma a maior parte dos benefícios aos partidos aprovado pelos deputados no início do mês e que haviam sido derrubadas pelo Senado em votação na terça-feira. O projeto segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Entre as regras que beneficiam as legendas estão uma brecha para aumentar o valor destinado ao fundo eleitoral, a autorização para usar recursos públicos na construção de sede partidária, a contratação de advogados para defender filiados investigados, a anistia a multas eleitorais, além da volta do tempo de propaganda em rádio e TV.

Dos 16 deputados da bancada catarinense, 14 estiveram presentes na votação de quarta-feira, sendo que dois Fábio Schiochet (PSL) e Ângela Amin (PP) estavam ausentes. Dez deputados votaram contra as mudanças, ou seja, em coerência pelo momento atual, sendo de Jaraguá, Joinville e Pomerode: Carlos Chiodini (MDB), Rodrigo Coelho (PSD) e Gilson Marques (Novo).
Já o deputado Darci de Matos (PSD), de Joinville, votou pelas benesses as quais a sociedade vem tanto condenando.

O deputado Chiodini lamentou que a maioria na Câmara tenha aprovado o projeto de lei nº 5029/2019 que também vai “suavizar” as regras de fiscalização de partidos políticos. "Entendo que o momento exige zelo e economia com o recurso público e quem usar o fundo eleitoral, que não use para essas novas regras, mesmo votando contrário, fomos vencidos. Essa aprovação vem em desencontro com a opinião da sociedade”, destacou.

O deputado Schiochet comentou que não participou da votação por estar fora em missão representando a Secretaria de Comunicação da Câmara, da qual é titular, mas que sua posição é de contrariedade. “Sou totalmente contra o uso de recursos públicos para o financiamento de campanhas eleitorais”, ressaltou. Os dois deputados jaraguaenses comentaram que não utilizaram valores do fundo em suas campanhas para a Câmara.

Veja também:

Projeto de reforma eleitoral aumenta regalias para partidos

Mirins

Na quarta-feira (18), os 22 estudantes do Programa Vereador Mirim de Jaraguá do Sul, participaram do 10º Encontro Estadual de Vereadores Mirins, Florianópolis, promovido pela Escola do Legislativo da Alesc. O evento, realizado no auditório Antonieta de Barros, contou com a participação de 500 estudantes de Santa Catarina.

Atualmente 78 Câmaras Mirins estão ativas no Estado, por este motivo, a edição deste ano foi dividida em dois dias de atividades, para que todos pudessem participar. O objetivo do encontro foi a troca de experiências e a possibilidade de conhecer melhor o legislativo estadual.

Foto: Divulgação

Creche

O prefeito de Jaraguá do Sul Antídio Lunelli (MDB) garantiu a Associação de Moradores do Bairro Boa Vista que o Centro Municipal de Educação Infantil (CEI) Rudolfo Hufenuessler, fechado em dezembro de 2018, deve ser reaberto após o espaço passar por uma reforma. O fechamento foi determinado pela própria Secretaria de Educação do município que na época justificou que o custo de manutenção do local era alto comparado a outras creches municipais. Antídio disse que o objetivo é entregar até o próximo ano o CEI reestruturado, além da reforma na Escola Adelino Francener, que também fica no mesmo bairro.

Reparos em ruas

O presidente da Associação de Câmaras e Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi), vereador jaraguaense Arlindo Rincos (PSD) encaminhou esta semana ao governador do Carlos Moisés e ao Secretário da Infraestrutura e Mobilidade Carlos Hassler, pedido de apoio do Estado para reparos nas ruas de Jaraguá do Sul e Guaramirim que estão sendo danificadas por causa do fechamento da SC-108. Na solicitação, em nome do vereadores da Avevi e da população da região, Rincos pede para que as ruas Carlos Oechsler e José Theodoro Ribeiro, em Jaraguá do Sul, e a Avenida Izidio Carlos Peixer, em Guaramirim, passem por reparos.

Rodovias

Também no encaminhamento, o presidente da Avevi solicita que seja realizada com urgência operação tapa buracos no trecho estadualizado da BR-280, em Guaramirim, e nas rodovias estaduais 108, 110 e 415. “Estamos também pedindo uma audiência com o setor de infraestrutura do Estado para reforçar nossos pedidos e verificar os projetos e investimentos futuros nestas vias”, comenta.

Destaque

O Samae de Jaraguá do Sul foi destaque ontem em série de reportagens da Associação Nacional dos Serviços Autônomos Municipais de Água e Esgoto (Assemae). A Associação publicou em seu site e nas redes sociais a série “Saneamento que dá certo” e mostrou a experiência de Jaraguá do Sul destacando que “a autarquia que se transformou em referência nacional para o setor de saneamento básico, com metas e planejamento que acompanham o crescimento populacional.” A publicação é ilustrada com 15 fotos de programas e ações desenvolvidas pelo Samae e pode ser conferida neste link: https://bit.ly/2mqXIix

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger