Em reunião realizada esta semana entre o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM), o presidente da Câmara Arthur Lira (PP) e o ministro da Economia Paulo Guedes, ficou claro que tanto o Executivo quanto o Legislativo concordam com a ideia de que a reforma tributária precisa sair ainda este ano.

No encontro, que aconteceu na segunda-feira, os representantes do governo e do Congresso chegaram ao consenso de que a reforma tributária é fundamental, urgente, e de que precisa simplificar o sistema de arrecadação, mas sem gerar aumento de carga tributária para os contribuintes.

O presidente do Senado registrou que a reforma tributária será votada na forma de Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e projetos de lei, com sintonia entre Câmara e Senado. Outro ponto discutido esta semana foi a necessidade de um novo Refis, o programa de recuperação fiscal.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, defendeu a votação de uma reforma tributária possível, de modo que seja aprovada ainda neste ano, para que as mudanças já possam valer para 2022.

Segundo Lira, as mudanças na legislação tributária têm como foco garantir a segurança jurídica para aumentar os investimentos no País, além de simplificar e desburocratizar o sistema sem aumentar a carga tributária.

Inclusão

Conforme a Agência Câmara de Notícias, Arthur Lira diz que a inclusão de estados e municípios na reforma tributária depende de muito diálogo e que os parlamentares sofrem pressão em suas bases eleitorais por conta deste tema. O presidente quer priorizar as mudanças nos impostos federais para, depois, ampliar o debate para os demais entes federativos.

Ressureição da CPMF

Sobre a possibilidade de incluir um novo imposto na proposta da reforma tributária resgatando um modelo parecido com a antiga CPMF, Lira disse que não é o momento de debater esse tema e que a proposta precisa ser amadurecida e deve chegar por último na discussão da reforma.

Concretagem

A Prefeitura de Guaramirim, está trabalhando no concretamento de uma rua lateral da José Rover Belegante, no bairro Corticeirinha. A via começou a receber na segunda-feira o concreto, que vai acilitar o acesso de quem trafega pelo local.

Até o momento, já foram concretadas em Guaramirim as ruas: José Eugênio Buzzi na Caixa D’Agua, Maria da Silva dos Santos e Oraivo Francisco da Silva no bairro Corticeira, São Cristóvão e Araquari na Vila Amizade.

Aproximação

O prefeito Antídio Lunelli (MDB) recebeu ontem a visita do prefeito de Blumenau Mário Hildebrandt, do Podemos, mesmo partido da chefe de gabinete de Lunelli, Emanuela Wolff. Em postagem no face, Lunelli destacou que o encontro foi uma oportunidade para compartilhar experiências.

“A troca de experiências positivas ajuda nossas cidades a continuar evoluindo e crescendo. Parceria produtiva”, escreveu Lunelli.

Os dois municípios têm os menores índices de mortalidade por Covid-19 entre as cidades catarinenses com mais de 100 mil habitantes. Lunelli e Hildebrandt aparecem no cenário político eleitoral de SC para 2022 com boa avaliação.

Podem surpreender representando a inovação com experiência e resultado prático.

O prefeito de Blumenau Mário Hildebrandt (E) foi recebido nesta terça-feira (25) pelo prefeito Antídio Lunelli e a chefe de gabinete Emanuela Wolff | Foto: Divulgação