A espera da população de Guaramirim e região pelo Centro de Educação Profissional (Cedup) que começou a ser construído há mais de sete anos às margens da BR-280, pode finalmente chegar ao fim.

O gerente regional de Educação Fernando Alflen confirmou ontem à coluna que as obras que faltavam para concluir o espaço estão acontecendo dentro do prazo previsto e que a intenção é que o Cedup seja inaugurado ainda neste primeiro semestre.

Até agora já foi finalizada a parte das instalações elétricas do prédio, iniciadas no fim do ano passado, foi feita a roçada da parte externa e serão contratadas empresas para fazer a limpeza interna e externa do espaço e a manutenção de pisos e pintura que foram danificados com o passar do tempo. Apesar de não ter um valor exato, Alflen calcula que sejam investidos entre R$ 250 mil a R$ 300 mil para colocar o prédio em dia.

Antes dos cursos profissionalizantes serem instalados no local, o Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) de Guaramirim deve ser transferido da escola estadual Almirante Tamandaré para o Cedup.

O prédio está concluído desde 2015, mas a falta de recursos para os detalhes finais do espaço e a disponibilização para os cursos profissionalizantes que requerem equipamentos para salas de aula e laboratórios e contratação de pessoal, só poderá sair do papel este ano.

Em março do ano passado quando o secretário de Estado da Educação Natalino Uggioni, esteve em Guaramirim, garantiu ao deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB), que a finalização do Cedup era um compromisso assumido pelo governo Moisés.

No total foram gastos R$ 10 milhões para a construção do Centro, valor repassado do governo federal para o Estado. Já o terreno do Cedup, onde antes funcionava o Parque de Eventos de Guaramirim, foi cedido pela Prefeitura.

O Cedup de Guaramirim poderá atender jovens de toda a região com capacidade para até mil alunos matriculados em dois turnos. O espaço foi projetado com 12 salas de aula, sete laboratórios, ginásio de esportes, biblioteca, sala de informática e dois ambientes multiuso. A contratação de professores para trabalhar no local, num primeiro momento, deve ocorrer por meio de um processo seletivo de ACT (admitido em caráter temporário).

Protesto

Moradores da localidade do Braço Direito, em Massaranduba, fecharam na tarde de ontem a SC-414 que liga o município a Luís Alves e Blumenau.

O protesto foi motivado pela demora do governo estadual para cumprir a promessa de pavimentação da estrada prometida há mais de 10 anos. A SC-414, além de ser utilizada como rota alternativa da SC-108 e BR-470, também serve de passagem para caminhões carregados de produtos agrícolas e como rota do turismo rural. Políticos da região, dentre estes integrantes da Associação dos Vereadores do Vale do Itapocu, já encaminharam solicitações ao Estado para que a via seja pavimentada.

Foto: Divulgação

CURTAS

Mês da cerveja

Esta chegando fevereiro, que a partir deste ano, passa a ser o mês da cerveja em Jaraguá do Sul. Isso por conta da lei 8.189/2019 que instituiu, em dezembro do ano passado, o Festival Municipal da Cerveja ao calendário oficial de eventos do município. O 1º Festival da Cerveja de Jaraguá do Sul, está programado para os dias 20 a 22, no pavilhão A do Parque Municipal de Eventos. A organização do evento fica por conta do Núcleo das Cervejarias da Associação Comercial e conta com apoio da Secretaria da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedein). No festival serão oferecidos 40 tipos de cervejas diferentes e a expectativa é da participação de cerca de 5 mil pessoas.

Atenção

Este segmento ganhou uma atenção especial em Jaraguá desde 2018, quando foi aprovada a Lei Municipal nº 7.793 que instituiu o Programa de Incentivo às Microcervejarias Artesanais, Brewpubs e Nanocervejarias no município. As duas leis foram regulamentadas em dezembro pelo decreto 13.448, que normatiza a concessão do selo da Cerveja de Jaraguá.

Dívidas

A Secretaria de Habitação de Jaraguá promove desde o começo do mês, o programa de incentivo ao pagamento de dívidas ao Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FMHIS). O programa vai facilitar o pagamento da dívida de 300 famílias moradoras de loteamentos populares financiados pelo fundo e que estão inadimplentes. O parcelamento poderá ser feito em até 300 vezes, desde que a parcela mínima seja de R$ 150. Com essas dívidas o fundo deixou de arrecadar, no total, R$ 6 milhões, que poderiam ser investidos em novas moradias para a população.

Emprego

A Prefeitura de Corupá criou a Central de Emprego que vai prestar apoio para quem procura por trabalho e facilitar a divulgação de vagas das empresas do município. Os interessados em divulgar as oportunidades já podem se cadastrar na Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação. A Central vai encaminhar estas inscrições ou currículos diretamente para as empresas. Outra novidade será o apoio para a realização de currículos. Quem tem dúvida em como fazer o documento, poderá resolver diretamente na Central.

Carteira

As pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) terão direito à Carteira de Identificação do Autista em SC. O documento deve facilitar o acesso ao atendimento prioritário já garantido pela Lei estadual nº 17.754, de autoria do deputado estadual Mauro de Nadal. A previsão é que o documento comece a ser emitido em março.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul