Assim como tantas outras Câmaras do Brasil, o Legislativo jaraguaense também terá um Código de Ética que estabelecerá os princípios éticos e as regras básicas de decoro que devem orientar a conduta dos parlamentares.

O projeto de resolução que leva as assinaturas dos vereadores Luís Fernando Almeida, Osmair Luiz Gadotti e Onésimo Sell, todos do MDB, foi aprovado em segunda votação na Câmara de Jaraguá na terça-feira (9). A primeira votação ocorreu no dia 25 de fevereiro.

Segundo o projeto, a primeira eleição dos membros do Conselho de Ética deverá ser realizada no prazo de 30 dias após a publicação desta resolução. A Comissão será formada por cinco integrantes, sendo três titulares e dois suplentes.

Aprovação

Diferente de 2019, quando praticamente o mesmo projeto foi apresentado pelo então presidente da Câmara Marcelindo Gruner (PTB) e acabou sendo arquivado, o atual projeto recebeu algumas emendas, mas foi aprovado por unanimidade.

Questionado pela Coluna sobre o que levou a aprovação do Código de Ética agora e não há dois anos atrás, o vereador Luís Fernando Almeida comentou que o projeto atual foi amplamente discutido com todos os vereadores que também puderam apresentar as emendas que julgavam necessárias.

“Durante dois meses, tiramos todas as dúvidas sobre o projeto de resolução do Código de Ética e tivemos o entendimento dos parlamentares que se trata de um instrumento moralizador da atuação dos vereadores. O exemplo precisa começar pelos vereadores, a sociedade nos cobra isso”, comenta.

Padre pede desculpas

O administrador da Paróquia São Judas Tadeu, de Jaraguá, padre André Schtck Petermann, divulgou esta semana um vídeo em que pede desculpas por ter criticado, em outro vídeo, as medidas sanitárias emitidas pela Prefeitura para evitar a disseminação do novo coronavírus, principalmente no que dizia respeito a questão das missas e cultos não poderem ser realizados presencialmente no momento.

André disse que agiu no calor das emoções e fez um pedido especial de desculpas para o prefeito Antídio Lunelli e para a presidente do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 Emanuela Wolf. Em seguida, pediu para que as pessoas seguissem as orientações sanitárias e os decretos com restrições para evitar o contágio pela doença.

 

Mais leitos

Depois de conseguir liberar mais 10 leitos de UTI Covid para o Hospital São José, o prefeito de Jaraguá Antídio Lunelli (MDB) enviou ontem para a Câmara projeto em regime de urgência para a liberação de mais 6 leitos de UTI Covid para o Hospital Jaraguá.

O projeto de lei que autoriza o Executivo a repassar o valor de R$ 848 mil para abertura de seis leitos Covid-19 no Hospital Jaraguá foi aprovado por unanimidade em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores no fim da tarde de ontem.

Cuidados

A aprovação destas e de outras tantas medidas que estão em vigor em Jaraguá do Sul nas últimas semanas demonstram o empenho e preocupação do prefeito Lunelli, da Câmara, autoridades e integrantes do Comitê Extraordinário de Enfrentamento da Covid composto pelos representantes dos setores mais importantes do município.

A hora é de senso comunitário e de união de todos, principalmente para o entendimento da comunidade, de que todos precisam tomar cuidado redobrado para diminuir a disseminação do novo coronavírus.