Em reunião da Comissão de Viação e Transportes da Câmara realizada na manhã de ontem, comandada pelo deputado federal Carlos Chiodini (MDB), que preside a Comissão, foi aprovado um requerimento para que seja realizada uma audiência para discutir a desestatização dos portos brasileiros.

O pedido partiu da deputada Rosana Valle, de São Paulo, que propõe que a Comissão chame para uma audiência o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, o Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários Diogo Piloni e demais integrantes do governo para que seja explicado como se pretende encaminhar os processos de privatização ou concessão dos portos.

Chiodini também tem demonstrado grande preocupação com esse processo nos portos de Santa Catarina. “Entendo que o governo federal quer desestatizar todos os portos, mas é visível que não há um modelo claro a ser seguido. Há uma pressa para adiantar esta discussão. Mas antes que isso aconteça, é preciso que haja a participação do setor portuário, da população. Não é ser contra ou a favor da desestatização, mas sim por mudanças que venham para melhorar o setor”, comentou.

Segundo Chiodini, é preciso que a audiência possa acontecer de forma mais abrangente, levando em conta as peculiaridades locais. “E nosso estado temos casos como o de Itajaí em que o porto é municipal, por exemplo. E esse é um assunto que não se pode errar o modelo. Precisamos saber qual é o modelo geral e de outros específicos”, destacou.

Aeroporto

Ontem também em suas redes sociais, Chiodini comentou que, na condição de presidente da Comissão de Viação e Transportes, participou junto com outros parlamentares catarinenses, da audiência pública da Comissão de Infraestrutura do Senado e defendeu mudanças no edital de concessão do aeroporto de Navegantes.

O leilão está previsto para hoje. “Mas alguns ajustes, como incluir a previsão de mais uma pista no terminal, seriam importantes para melhorar a competitividade e impulsionar o desenvolvimento econômico”, disse o deputado.

Vice assume em Schroeder

O prefeito de Schroeder Felipe Voigt (MDB), passou o cargo ao vice Lauro Tomczak (PP) na manhã de ontem. Felipe ficará afastado por dez dias para tratamento de saúde. Voigt afirma que Tomczak está preparado e deposita toda a confiança na sequência do trabalho nos próximos dias.

O prefeito passará por um cateterismo e não tem certeza sobre a necessidade de fazer uma angioplastia. Por essa razão, resolveu se afastar.

Desconto na tarifa

O prefeito de Guaramirim Professor Chiodini (PP), reuniu-se ontem com os vereadores da base para apresentar um projeto de lei que conceda desconto na tarifa aos atingidos pela falta de água nos bairros Corticeira, Corticeirinha, Quati e Caixa D´Água.

Chiodini foi pessoalmente acompanhar a situação ocasionada por uma empresa que não pertence a Guaramirim e que trabalha na duplicação da BR-280 e que acabou fazendo uma grande tubulação perto dos bairros que ficaram desabastecidos.

Novo reservatório

Segundo o prefeito, a aprovação do projeto pelos vereadores vai amenizar um pouco o sofrimento causado aos moradores pela falta de água. Ele também lembrou que em breve essa região de Guaramirim irá ganhar um novo reservatório com capacidade de 750 mil litros, reforçando o atual reservatório que tem 250 mil litros.