A Coluna Plenário segue neste sábado (7) a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Schroeder.

Seguindo a ordem alfabética chegou a vez do candidato Jair Bridaroli (PSD). A série iniciou com o candidato Adriano Kath (PSDB), seguido de Felipe Voigt (MDB), Harildo Konell (PL) e Ildefons Berchtold (PRTB) e encerra com Moacir Zamboni (PDT).

O empresário Jair Bridaroli, do PSD, concorre em chapa mista com o também empresário Maykel Laube, do Podemos.

Confira a entrevista:

Plenário – Como foi formada a chapa entre o PSD e Podemos para a disputa destas eleições?

O PSD é o maior partido de Schroeder desde 2016 [quando também fui candidato a prefeito] e há cerca de dois anos tivemos uma conversa com o Maykel e percebemos que tínhamos as mesmas ideias.

Em janeiro desde ano, o Podemos instituiu seu diretório no município e depois novas conversas, montamos a chapa por termos os mesmos projetos para Schroeder. Também ganhamos o apoio do DEM e lançamos a candidatura que é pela renovação, tanto que o nome da nossa coligação é “Juntos para Renovar”. A minha experiência como empresário e do Maykel que também é empresário, e já foi professor e secretário de Educação, é uma aposta que dá certo.

Plenário – Como conquistar o voto numa cidade com pouco mais de 13 mil eleitores e seis candidatos disputando a prefeitura?

Vemos com bons olhos esse número, porque demonstra um descontentamento pelo fato de ter duas pessoas se alternando no poder por tantos anos em Schroeder. Isso acaba nos favorecendo, porque somos a renovação. É importante que mais candidatos possam expor suas ideias e os eleitores tenham opção de escolha.

Plenário – Quais são os destaques do seu plano de governo?

Nossa bandeira principal é o desenvolvimento econômico. Queremos incentivar a indústria, comércio, serviços, agricultura e o turismo já existentes no município e trabalhar para atrair novos investidores, aumentando o número de empregos e a receita municipal, fazendo a economia crescer. Schroeder está a uma hora e meia do porto, uma hora do aeroporto e temos mão de obra e terra para investimentos na cidade.

Na saúde, vamos diminuir a fila de espera com a contratação de especialistas como ginecologista, pediatra, cardiologista e ortopedista. O maruim também é uma questão de saúde e vamos intensificar a pesquisa e investir no combate ao borrachudo.

Vamos reabrir o posto de saúde do bairro Itapouva-açu e organizar a distribuição de remédios nos postos de saúde.

Na agricultura, vamos dar suporte técnico ao pequeno agricultor, agilizar o atendimento e serviços com maquinário e promover feiras para venda de produtos locais.

Para o esporte e lazer, projetamos um pavilhão multiuso com áreas destinadas à modalidades esportivos, realização de feiras e eventos e área de lazer. Este espaço contará com palco para apresentações, choupanas, banheiros, churrasqueiras, bosque, trilhas e pista de skate.

Também queremos construir uma via verde às margens do Rio Itapocuzinho com espaço para prática de exercícios [academia ao ar livre, parque, pedalinho, caiaque e canoagem] e palco para pequenos eventos.

Vamos desenvolver também ações para atrair investidores para o desenvolvimento do turismo e fazer a manutenção dos pontos turísticos, fortalecendo o ecoturismo e o turismo sustentável. Além disso, vamos criar novas rotas turísticas e gastronômicas no interior, integrando as propriedades rurais para comercializarem seus produtos complementando a renda dos produtores.

Na educação, vamos oferecer atividades extracurriculares aos alunos e implementar gradualmente o ensino integral.

Também vamos criar uma equipe multidisciplinar com fonoaudiólogo, psicólogo, neurologista para auxiliar o professor a identificar as dificuldades de aprendizagem dos alunos. Também vamos padronizar a grade curricular para que o mesmo conteúdo seja passado simultaneamente em todas as escolas municipais.

Para o setor de obras e mobilidade, pretendemos ampliar a captação de água e melhorar a distribuição com o aumento de reservatórios.

Vamos construir a ponte que liga o bairro Centro-Norte de Schroeder a Jaraguá [Vila Chartres] por meio de convênio entre as prefeituras para buscar recursos estaduais e federais.

Também queremos pavimentar ruas de grande fluxo como a Avenida dos Imigrantes e as ruas Mario Bagatolli, Alberto Zanella e Santa Catarina e abrir novas ligações entre os bairros. Vamos padronizar as calçadas para facilitar a acessibilidade, arborizando estes locais para deixar a cidade mais bonita.

Plenário – Caso seja eleito, qual será sua prioridade na formação da equipe de governo?

Primeiro de tudo pretendemos levantar toda a situação financeira da prefeitura e depois definir pessoas técnicas para atuar em cada área.

Queremos fazer um governo com resultados, assim é em nossa vida e nas empresas, é preciso de trabalho, competência e resultado, se não eu não seria nem candidato.

Também vamos diminuir os cargos comissionados e substituir a Procuradoria.

 

Telegram Jaraguá do Sul