O Legislativo jaraguaense retornou do período de recesso ontem, 18 de janeiro os vereadores já terem se reunido para uma sessão extraordinária para votação de projetos urgentes do Executivo.

Ainda ontem antes da sessão ordinária começar, os vereadores receberam a imprensa jaraguaense. O novo presidente da Mesa Diretora Jair Pedri (PSD), destacou que a Câmara pretende ter uma aproximação cada vez mais estreita com a comunidade e isso, segundo ele, se faz por meio dos veículos de comunicação locais.

Ele também falou dos planos para este ano. “É um ano de eleição e essa Casa é política, mas não podemos deixar as paixões e sentimentos contaminarem esse ambiente de trabalho. Jaraguá tem muitos projetos em andamento, muitas obras e ações e, como presidente, vou mediar para que primeiro tenhamos um clima agradável entre os vereadores e entre os demais poderes”, disse Jair.

Para o presidente do Legislativo, é preciso que os vereadores convivam de forma harmônica entre todos, desde as bancadas de oposição e da base do governo para que se tenha avanços para toda a cidade. “Vou comandar a Casa dialogando com todas as correntes políticas e conversando muito com o prefeito para os avanços que o Executivo pretende dar, até porque tudo que é aprovado no município passa por aqui”, complementou.

Nova sede da Câmara

Desde outubro do ano passado, a Câmara jaraguaense ocupa um espaço provisório locado na Universidade Católica. A mudança foi motivada por uma notificação do MP recebida em julho pelo então presidente Onésimo Sell (MDB), dando um prazo para que fosse tomada alguma providência sobre a sede do Legislativo, na Avenida Getúlio Vargas, já que o local não apresentava as condições adequadas para continuar abrigando a Câmara.

Segundo Jair Pedri, como o espaço atual da Câmara é locado tem o custo do aluguel por mês que fica em R$ 10 mil , então é preciso debater a questão de construção de uma nova sede. A ideia de Pedri é formar uma comissão com vereadores para que se possa pensar sobre a construção da nova sede e buscar um consenso.

A Câmara já conta com um terreno no bairro Vila Nova e que na opinião do presidente do Legislativo, a localização é muito boa, pois está perto da Prefeitura e de outros órgãos públicos.

Retomada das homenagens

Ontem Jair Pedri informou que serão retomadas as sessões de homenagem na Câmara jaraguaense a começar pelo Dia da Mulher, em março, e depois outras datas relevantes ao longo do ano. As sessões especiais vão ocorrer no auditório da Católica e com as medidas sanitárias e distanciamento exigidos pelos protocolos sanitários vigentes.

Após notificação do MP, Câmara de Vereadores de Guaramirim estuda construção de nova sede

A Câmara de Vereadores de Guaramirim foi notificada pelo Ministério Público (MP) pela falta de acessibilidade na atual estrutura utilizada, que fica no Centro da cidade. Ao todo foram quatro notificações nos últimos anos, uma em 2018, outra em 2020 e duas em 2021.

Os problemas apontados são: falta de elevador ou rampa para acesso ao segundo piso; largura das portas insuficiente para passagem de cadeira de rodas; banheiros inadequados, cozinha e salas não permitem um giro completo de uma cadeira de rodas; mobiliário não adaptado para pessoas com deficiência física; rampa do plenário em grau muito acentuado; corredores sem a largura mínima necessária e piso não nivelado.

Por conta da situação, a Câmara já iniciou estudos para a construção de uma nova sede que garanta acessibilidade para toda a população. Um terreno que fica no bairro Bananal do Sul é um dos indicados a receber a nova sede do Legislativo. A ideia, segundo o presidente da Câmara, Osvaldo Barbosa, além de cumprir as exigências do MP, é construir uma sede que supra todas as necessidades futuras do município.

Os estudos preveem que a nova Câmara tenha espaço para a realização das sessões acompanhadas pela comunidade, novos espaços para os vereadores, com salas individuais e novas salas para os servidores.