Foto pexels.com
Foto pexels.com

Você passa noites em claro olhando para o teto? Ou acorda com o corpo cansado com sensação de que dormiu dentro de uma garrafa? Acorda mal-humorado, nervoso, irritado, estressado e tenso, desejando chegar logo a noite para poder descansar, mas no dia seguinte acontece a mesma coisa?

Seja lá qual for o problema, é provável que você esteja sofrendo de insônia. O sono é um importante indicador de saúde e sua qualidade pode sofrer influência de diversos fatores emocionais, sociais e físicos.

Excessos de compromissos, de responsabilidades no trabalho, na escola ou faculdade, na família, ansiedade, obesidade, sedentarismo, tabagismo e alcoolismo podem acabar influenciando nas noites de sono.

Seria perfeito se existisse um botão de liga e desliga, mas infelizmente não nascemos com ele. Vale refletir se está tendo hábitos saudáveis, porque entender o que tira o sono é fundamental para voltar a tê-lo.

Quando os influenciadores das noites mal dormidas são motivados pelo emocional, buscar reorganizar os pensamentos, a rotina, acalmar a mente, proporcionar a você momentos de lazer e de relaxamento são fundamentais para começar a conquistar uma boa noite de sono.

A acupuntura é uma excelente aliada para buscar o equilíbrio funcional do organismo. Observar se o corpo está preparado para suportar tantos problemas também fazem parte desta conquista.

A falta de tempo é o principal motivo para a não prática de exercícios, assim como o cansaço depois de um dia de trabalho. Somente você pode mudar seus hábitos, as suas desculpas. O seu corpo aceita quase tudo, é suas atitudes que você precisa mudar.

Praticar uma atividade física regular é importante e traz muito mais benefícios para a saúde do que se pode imaginar. Libera hormônios que são benéficos contra depressão, aumentam em 37% ou mais o período de sono das pessoas, acelera o metabolismo e proporciona uma sensação de prazer em razão das substancias liberadas no organismo.

Mas não para por aqui. Quem pratica atividade física regularmente, dorme mais rápido, consegue relaxar e descansar, tem um sono mais profundo, menos fragmentado e de qualidade.

Dormindo bem, aumenta a disposição, melhora a memória, se concentra com maior facilidade possuindo melhor rendimento, aumenta a autoestima e, consequentemente, melhora na qualidade de vida.

A atividade física pode ser utilizada como tratamento terapêutico nos distúrbios do sono e de quebra muitos benefícios virão, diferente do que os medicamentos proporcionam. Dormir mal rotineiramente, além de todos os problemas, pode provocar doenças crônicas e levar a morte precoce.

Uma boa noite de sono não é conquistada tão facilmente. É necessária uma mudança na alimentação, no estilo de vida, repensar o que você está colocando na sua lista de prioridade.

Dormir é relaxante e ainda faz bem para saúde, tem coisa melhor? Tem sim, saber que juntamente com uma boa alimentação e com atividade física regular, ainda ajudam a viver mais.