Nesta quarta-feira (13), a partir das 8h30 e até as 12h30, em Florianópolis, pré-candidatos à presidência da República de diferentes partidos vão apresentar, em um tempo limite de 30 minutos cada, suas principais plataformas de governo: Aldo Rebelo (SOL), Ciro Gomes (PDT), Flavio Rocha (PRB), Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) e João Goulart Filho (PPL) estão confirmados.

O senador Álvaro Dias (PODE) teve que cancelar sua participação por conta de agenda importante no Senado, não informada. Entretanto, em seu lugar vai participar Guilherme Afif Domingos (PSD). Com pré-candidatura lançada, apesar de preso, a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será por meio de uma carta, que será lida por Emidio de Souza, da direção nacional da sigla.

A presença de tantos presidenciáveis, convidados pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam) para o Congresso de Prefeitos e Prefeitas, mostra não só o interesse em divulgar seus projetos para o país, mas a ampliação da importância de Santa Catarina no cenário político nacional.

O presidente da Fecam, Volnei Morastoni, prefeito de Itajaí, defende que as organizações representativas dos municípios, em nível federal (Confederação Nacional dos  Municípios, CNM), estadual (Fecam) ou regional (Associações dos Municípios) devem estar atentas ao compromisso dos candidatos com a pauta municipalista, especialmente no que diz respeito à revisão do Pacto Federativo. Para ele, é necessário que se busque o reequilíbrio financeiro das prefeituras, entre obrigações, cada vez maiores, e receitas, cada vez menores.

Presenças importantes

O evento da Fecam começou na segunda-feira (11) por uma programação mais restrita aos prefeitos, vices e secretários, com formação de grupos para debates e troca de experiências. Na manhã de ontem aconteceu a abertura oficial, com a presença do ministro de Turismo, Vinícius Lummertz, do governador Eduardo Pinho Moreira, do presidente do Fórum Parlamentar de Santa Catarina, deputado Jorginho Mello (PR), e do vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Silvio Dreveck.

Mais de 200 municípios catarinenses estão representados entre os 2,3 mil congressistas inscritos. O Congresso de Prefeitos e Prefeitas - Cidades para pessoas, soluções para municípios, segue até amanhã, às 12 horas. Com um detalhe: às 11h30 haverá a abertura da Copa do Mundo 2018 e exatamente às 12 horas será dado o apito inicial dos jogos, com a partida entre a seleção anfitriã, Rússia, e a Arábia Saudita.

“Não veio nada”

Durante a fala do presidente do Fórum Parlamentar, deputado Jorginho Mello, surgiu uma situação no mínimo curiosa. Mello afirmava que o Estado já havia recebido recursos conquistados para a Saúde. Imediatamente o governador Pinho Moreira, de sua poltrona, corrigiu o parlamentar: “Não veio nada!”, disse.

Falso compromisso

Mais tarde, em conversa com a imprensa, o governador reafirmou que não recebeu os recursos para a Saúde prometidos pelo ministro chefe do governo, Carlos Marun, com autorização do presidente Michel Temer. “Vocês se lembram quando o ministro Marun disse que viriam R$ 20 milhões, abril e maio? Não veio nada até hoje! Virão R$ 10 milhões a partir deste mês de junho. Eu estive no gabinete dele na semana passada e lembrei do compromisso assumido, disse que a sociedade catarinense estava cobrando. Ouvi como resposta um “vou ver se libero”, mas não liberaram nada até hoje”, criticou Moreira.

Os municípios de Rio Negrinho, Bombinhas, Balneário Camboriú, Blumenau, Abdon Batista, São Francisco do Sul e Massaranduba receberam das mãos do ministro Lummertz os selos do programa federal Prodetur + Turismo. Com isso, terão mais agilidade para a liberação de recursos para emprendimentos que somam mais de R$ 300 milhões de uma ordem bancária de R$ 7,7 bilhões de recursos para o turismo em todo o país. Os valores serão aplicados em implantação, ampliação, modernização ou reforma de empreendimentos turísticos.

Documento e posse

A ex-deputada federal Angela Albino (PCdoB) também estava no Congresso e anunciou para o próximo dia 18 a apresentação, m Florianópolis, do programa mínimo elaborado por partidos de esquerda em nível nacional, entre eles o PCdoB, PDT, PSOL, PSB e o PT. No mês de julho, Angela tomará posse como secretária Nacional de Mulheres de seu partido.

Pelo menos dois pré-candidatos ao governo do estado passaram ontem pelo evento da Fecam. O deputado estadual Gelson Merisio (PSD) e o deputado federal Décio Lima (PT).