Alimento um grande amor
Pela palavra
Riqueza incontestável...
De expressões e variações mil
Do povo do meu Brasil!
“Oh, xente”!
“Cabra da peste”,
“Bah, Tchê”!
“Segue reto ‘todavida’”
“olho-lhó”
“é mermo”
“Uai”
“Da hora”
“mainha, painho”
“saiu de fininho”...
Eita língua frutífera e abundante...
Semelhante a um cálice de bom vinho, inebriante!

Observação: Leia de baixo para cima.