A Sigatoka-amarela, causada pelo fungo Mycosphaerella musicola, é uma das mais importantes doenças da bananeira. Já a Sigatoka-negra é a mais grave e temida no mundo e foi constatada no Brasil em fevereiro de 1998. Hoje está presente nos estados do Acre, Rondônia, Pará, Roraima, Amapá, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais. O fungo causador da Sigatoka-negra é a Mycosphaerella fijiensis Morelet.

O desenvolvimento de lesões da Sigatoka e a disseminação do fungo são fortemente influenciados por fatores ambientais como umidade, temperatura, orvalho e vento.

Os reflexos da doença, em função da rápida destruição da área foliar e da consequente redução da capacidade fotossintética da planta, são sentidos na redução da capacidade produtiva do bananal. O maior dano provocado pelas Sigatokas é a morte prematura das folhas, que causa redução da área foliar, induzindo perdas na produtividade e qualidade da fruta, resultando na diminuição do número de pencas por cacho, redução do tamanho do cacho e maturação precoce dos frutos.

Mas esta praga tem controle, e recomenda-se a utilização de práticas culturais que reduzam a formação de microclimas favoráveis ao desenvolvimento das Sigatokas. Nesse caso, os principais aspectos a serem levados em conta, como drenagem, combate às plantas infestantes, desfolha sanitária, nutrição, sombra e controle químico.

Os fungicidas ainda são a principal arma para o controle das Sigatokas, principalmente em se tratando de variedades suscetíveis.

Pensando nisso, a Agrolio traz para região o óleo mineral Banole da Total, um adjuvante no controle da Sigatoka que permite uma distribuição mais uniforme dos fungicidas nas folhas das bananeiras e aumentando o período de incubação dos fungos.

O óleo Banole melhora a eficácia nos tratamentos, sem induzir a fitotoxidade, e evita qualquer perigo para os seres humanos e meio ambiente, com características inovadoras e sua estrutura molecular diferente resultam em um melhor controle da doenças por ter: rápida penetração, uma melhor distribuição do produtos, uma película mais adesiva, ótimo período de contato, é biodegradável, tem maior compatibilidade aos fungicidas, inseticidas, acaricidas, herbicidas entre outros.

Gostou? Quer saber mais? Fale conosco pelos telefones e WhatsApp: (47) 3377 1414 (Luiz Alves) e 3307-0908 (Jaraguá do Sul).

Agrolio Jaraguá

Contato: (47) 3307-0908
Endereço: Rua Bertha Weege, 1371, bairro Barra do Rio Cerro.
Redes sociais: Facebook | Instagram