A Polícia Civil prendeu o terceiro envolvido na morte Edith Thibes Veiga, de 86 anos, em Lebon Régis, no Meio-Oeste de Santa Catarina.

Os agentes cumpriram o mandado de prisão preventiva no final da tarde terça-feira (4).

Dois adolescentes já haviam sido apreendidos na semana passada por envolvimento no latrocínio.

O homem e estava sendo monitorado pela Polícia Civil, pois não era possível realizar a sua prisão por causa da lei eleitoral, que veda prisão de eleitor de cinco dias antes e até 48 horas depois das eleições.

Considerando que as eleições se encerraram no domingo, às 17h, a prisão foi possível no final da tarde desta terça.

O pedido de prisão já havia sido feito na semana passada, teve parecer favorável do Ministério Público e foi deferido pelo Poder Judiciário.

Com a prisão, a previsão é que o inquérito seja encerrado nos próximos dias.

O homem preso também é investigado por um esfaqueamento ocorrido em Lebon Régis há quatro dias.

Após interrogado, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Caçador.

Roubo seguido de morte

O crime aconteceu na rua Messias Antônio de Moraes, no Centro, na noite do dia 26 de setembro.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência por volta das 22h30.

Ao estranharem a ausência da vizinha, moradores ligaram para a Polícia Militar.

Uma guarnição foi enviada para o local e percebeu que a porta estava aberta, além de vários alimentos e objetos espalhados pelo chão.