Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O principal suspeito do assassinato de Osmar Unisesky, 60 anos, e Francielle Jelisnky, 19, se apresentou à Polícia Civil nesta quinta-feira (20). De acordo com o delegado titular da Divisão de Investigação Criminal, Gustavo Muniz Siqueira, havia uma negociação com a defesa de Osmar Unisesky Junior, 34, deste a quarta.

Siqueira aguarda a expedição do mandado de prisão preventiva do suspeito pedido ao Judiciário no meio da tarde. Junior ficou em silêncio durante o depoimento que prestou ao delegado. “Diante do que foi colhido até agora, eu não tenho dúvidas de que ele seja o autor do crime. Agora, só falta esclarecer alguns pontos da motivação”, conta o delegado.

Imagens de câmeras de segurança mostram Junior atirando contra o pai e a meia-irmã na chácara onde fica a empresa de transportes da família, na Rua Cezário Marchinhack, no bairro Brasília. Ele utilizou um revólver calibre 38 para realizar os disparos e realizou diversas recargas para cometer os dois homicídios. A Polícia Civil acredita que o crime foi premeditado.

O motivo do crime seria o processo de divórcio litigioso entre Osmar e a mãe de Júnior, bem como a divisão dos bens com a irmã que apareceu recentemente e foi acolhida e reconhecida pelo pai, fato que Júnior não aceitava.

&feature=youtu.be

Quer receber as notícias no WhatsApp?