Um criminoso morreu no último domingo (11) após entrar em confronto com policiais civis em Balneário Gaivota, no Extremo Sul de Santa Catarina. De acordo com a Polícia Civil, ele possuía um mandado de prisão em aberto por um homicídio registrado na cidade de Sombrio.

Após informações, a equipe policial se deslocou até o possível local em que o suspeito estaria, conseguindo localizá-lo em um veículo Chevrolet Astra. Após ordem de parada policial, o suspeito empreendeu fuga, estando no carro junto com sua companheira e filho, colocando-os em risco, assim como vários pedestres.
Após acompanhamento policial, o suspeito abandonou o veículo e fugiu a pé por uma área de mata. Segundo relato, o homem segurava uma arma durante todo o momento. Após várias ordens de parada e agressões contra os policiais, o suspeito não se rendeu, o que fez com que a equipe policial tivesse que agir para neutralizá-lo. Baleado, o homem não resistiu e morreu.
Conforme a Polícia Civil, o criminoso era de alta periculosidade, com diversas passagens policiais e já tinha trocado tiros com a polícia em outra ocasião. Ele possuía passagens por tráfico, resistência, desobediência, latrocínio, homicídio, existindo 44 ocorrências em seu nome, quatro mandados de prisão já cumpridos e um ativo, além de um auto prisão em flagrante, dois termos circunstanciados, dois inquéritos policiais e um procedimento quando era adolescente. Segundo informações colhidas, ele era também apontado por liderar uma facção criminosa.