O homem que gravou um vídeo agredindo duas adolescentes foi preso pela Polícia Civil de Indaial na tarde desta quinta-feira (28). As meninas que aparecem nas imagens seriam filha e enteada, de 11 e 17 anos.

Uma hora após a Justiça decretar a prisão preventiva, ele foi encontrado na casa de parentes, no bairro Itoupavazinha, em Blumenau, e levado para a Unidade Prisional Avançada (UPA), de Indaial.

O suspeito já havia se apresentado na Delegacia de Indaial nesta quarta-feira (27). Durante o interrogatório, o homem afirmou que só falaria sobre o incidente em juízo e foi liberado. Ele deve responder pelo crime de tortura. Agora, a Polícia Civil tem dez dias para encerrar o inquérito e encaminhá-lo para a Justiça.

Em 2014, ele já havia respondido por acusação de violência doméstica.

Quer receber as notícias no WhatsApp?