A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27) uma ação visando à apuração da prática, em tese, de crimes relacionados a fraudes em procedimentos licitatórios.

As investigações tiveram início em maio de 2018, quando, segundo a PF, foi constatado a existência de indícios de que uma empresa que mantinha contratos públicos estaria sendo administrada por sócio oculto, havendo expressiva saída de valores em espécie de conta bancária.

Na apuração foram verificadas, ainda, mensagens relacionadas à possível elaboração de orçamentos em nome de concorrentes para instrução de processo administrativo.

Nesta quinta foram cumpridos, em endereços localizados em Palhoça e vinculados a empresário investigado, dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Federal de Florianópolis, resultando na apreensão de documentos e equipamentos de informática.

A apuração total dos fatos segue em andamento nos autos do respectivo inquérito policial. A PF não divulgou os nomes dos envolvidos, nem da empresa.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança