Foto Rede Social/Divulgação O operário Zenivaldo Lourenco da Luz, 25 anos, vítima do acidente ocorrido no dia 28 de maio, na BR-280, nas proximidades do limite entre os municípios de Jaraguá do Sul e Corupá, no Norte catarinense, deixou o Hospital São José, de Jaraguá do Sul, na noite de quarta-feira da semana passada, dia 7, conforme informou a assessoria da unidade. Zenivaldo dirigia um veículo Renault Clio quando ao tentar ultrapassar um outro veículo (um Chevette preto) acabou batendo na Pampa dirigida por  Alexander Leal dos Santos, o Leko Leal, 21 anos. No acidente, morreram sua mulher, Elenice da Rosa, 32 anos, e os filhos, Mariana Aparecida, 7, e Antony Gabriel, 1 ano e três meses, e o enteado, Jhodson da Rosa Silva, 11. A tragédia provocou grande comoção na cidade de São João do Itaperiú, onde a família mora e onde os corpos foram sepultados. A Prefeitura chegou a decretar luto oficial de três dias. Ele ainda não retornou ao trabalho, mas seus colegas do Frigorífico São João aguardam com ansiedade que retorne em breve ao trabalho e possa reconstruir sua vida. "É um homem bom, honesto e muito trabalhador e estamos aqui para apoiá-lo, com certeza", disse um colega, que prefere não se identificar. Leia mais: - Motorista que perdeu família em acidente na BR-280 está fora de perigo