Um incêndio destruiu completamente uma residência mista no início da tarde desta quinta-feira (24), no bairro Bananal do Sul, em Guaramirim. Os bombeiros voluntários foram chamados para atender a ocorrência às 13h20, na rua Holanda Petry Satler, nas proximidades da antiga sede dos escoteiros. Não havia ninguém na residência quando o fogo iniciou.
Segundo o que foi apurado pela reportagem do OCP no local do incêndio, uma vizinha percebeu as chamas e chamou os bombeiros, que levaram cerca de cinco minutos para chegar no local. No entanto, em aproximadamente 10 minutos as chamas já tinham consumido praticamente todo o imóvel. A casa tinha 80 metros quadrados, sendo cerca de 30% de alvenaria e o restante de madeira.
Veja imagens após o incêndio: 
Um sobrinho de Adilson ainda tentou apagar o fogo usando uma mangueira antes da chegada dos bombeiros, que usaram quatro mil litros de água no combate às chamas. Seis bombeiros trabalharam durante 50 minutos com apoio de dois caminhões. Os bombeiros conseguiram evitar que duas residências próximas fossem atingidas pelo fogo.
Seis bombeiros trabalharam no combate às chamas | Foto Fábio Junkes/OCP
O proprietário, Adilson Borges, de 49 anos, é separado e morava sozinho na casa. Ele havia saído para trabalhar cerca de 10 minutos antes do ocorrido. Pouco depois de chegar no local do trabalho, Adilson foi avisado do incêndio e de lá ainda pode avistar a fumaça vindo de sua residência. Segundo Adilson, o fogo pode ter sido causado por um curto-circuito na cozinha, onde havia uma máquina de lavar. O morador contou que costumava deixar roupas na máquina e que nunca havia ocorrido nenhum incidente.
Incêndio pode ter iniciado na cozinha onde havia uma máquina de lavar | Foto Fábio Junkes/OCP
Adilson trabalha na Libélula Comunicação Visual e morava há mais de 40 anos no imóvel. O morador disse que apenas três bíblias restaram e que ainda não sabe o que vai fazer. Ele disse que amigos já se ofereceram para ajudá-lo no que for possível.
Quem quiser colaborar com Adilson pode entrar em contato pelo telefone (47) 99127-6731. Ele necessita de material de construção, imóveis, além de roupas (calça tamanho 44, calçado número 41 e camisa tamanho G). As doações podem ser levadas na rua Holanda Petry Satler, número 249, bairro Estrada Bananal do Sul.