Foto Reprodução Rede Globo/OCP News
Foto Reprodução Rede Globo/OCP News

Um homem de 30 anos identificado como Roney Schelb foi preso por manter pelo menos 240 escravas sexuais em 12 estados brasileiros com auxílio da internet.

Segundo a Polícia Civil de Belo Horizonte, o rapaz atraía as vítimas com a promessa de serem “sugar babies” (mulheres sustentadas por homens mais velhos em troca de sexo ou companhia).

Roney oferecia até R$ 10 mil para obter fotos íntimas das vítimas, enviava um comprovante de transação falso e a partir daí começava a extorqui-las.

Em alguns casos, ele conseguia as senhas das redes sociais das garotas e as obrigava a assinar um contrato para não divulgar as imagens.

Chantagem e estupros

Algumas das mulheres eram obrigadas a encontrá-lo pessoalmente e, durante esses encontros, eram estupradas por Roney.

Entre as vítimas havia oito menores de idade. Como mais de 1,6 mil contatos foram encontrados nos telefones do suspeito, a polícia acredita que mais vítimas façam denúncias.

O homem foi encontrado na cidade de Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Com ele, foram apreendidos chips, pen drives, CDS, um computador, um notebook, tablets e celulares.

Entre os vídeos encontrados na casa dele foram achadas até mesmo imagens de zoofilia.

Após ser preso, ele negou todas as acusações. Entre os crimes pelos quais Roney vai responder estão estupro e violação sexual mediante fraude.

Fonte: Meia Hora.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger