O 14º Batalhão de Polícia Militar criou 20 novos grupos da Rede de Vizinhos em Jaraguá do Sul. A reunião que marcou o aumento de 37% no número de redes na cidade ocorreu na noite desta quarta-feira (4), no auditório do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas). Ao todo, o programa conta com 2.605 participantes.

Um dos 74 grupos da Rede de Vizinhos conta com moradores da rua Reinoldo Barthel, no bairro Vila Baependi. De acordo com a autônoma Denara Correia, 52 anos, a simples colocação das placas da rede de proteção nas residências já inibe a ação de criminosos.

Denara afirma que o número de rondas feitas pelas guarnições da Polícia Militar aumentou consideravelmente após a implantação da Rede de Vizinhos. Além disso, o grupo formado pelos moradores da rua ajuda a entender as necessidades de segurança de cada um deles.

“A comunicação entre os vizinhos aumentou muito, foi bem benéfico pra gente. Agora, a gente fica mais atento ao vizinho que sai de casa, que vai viajar. Aumentou muito a sensação de segurança na nossa rua”, comenta a moradora.

Aumento expressivo

O comandante do 14º BPM, o tenente-coronel Márcio Leandro Reisdorfer, comenta que esse aumento expressivo no número de grupos da Rede de Vizinhos é um marco. Para ele, o programa da Polícia Militar tem ajudado a reduzir consideravelmente o índice de furtos na cidade.

“Não é uma questão de vigiar o seu vizinho, é você interagir com a vizinhança sobre um veículo suspeito, uma pessoa diferente que entrou na rua e avisar para a Polícia Militar em tempo hábil”, ressalta o comandante, ao ressaltar que a população jaraguaense participa do trabalho da PM.

Reisdorfer explica que a Polícia Militar é abraçada pela população de Jaraguá do Sul e, por isso, os índices de segurança da cidade estão muito abaixo da média nacional. Com um baixo efetivo, a participação da população na segurança pública é mais uma arma a favor da comunidade.

“O mais importante da Rede de Vizinhos é chamar a comunidade para participar da segurança pública. A segurança não é só responsabilidade da Polícia Militar ou dos outros órgãos constituídos. Então, se a gente interagir com a comunidade, vamos ter uma segurança de maior qualidade”, reitera.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram

Facebook Messenger