A Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico (DENARC) da Diretoria Estadual de Investigação Criminal (DEIC) da Polícia Civil, juntamente com a Receita Federal, realizou durante nesta terça-feira (29) a incineração de mais de cinco toneladas de maconha, quatro quilos de skunk e 158 quilos de cocaína em Canelinha. As apreensões são fruto do trabalho intenso de investigação que resultou na maior apreensão de drogas em solo catarinense. No dia 6 de julho, na rodovia BR-116, na cidade de Ponte Alta, em ação conjunta da Polícia Civil, Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal, realizaram a apreensão de 5.104 quilos de maconha, sendo esta considerada a maior apreensão já registrada em solo Catarinense. Também foram recolhidos aproximadamente quatro quilos de skunk. A ação resultou na prisão em flagrante de três pessoas, pelos crimes de tráfico de drogas interestadual e associação para o tráfico. No dia 10 de agosto, em Joinville, em ação conjunta da Polícia Civil, e da Receita Federal, com apoio da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, apreendeu 149 tabletes de cocaína, totalizando 158 quilos. A carga foi avaliada em R$ 4 milhões. Uma pessoa foi presa em flagrante por tráfico interestadual de drogas. No dia 16 de agosto, na BR-101, em Barra Velha, foi realizada uma operação conjunta da Polícia Civil, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar. O trabalho resultou na apreensão de 440 quilos de maconha, 970 gramas de haxixe e ainda e na prisão em flagrante de uma pessoa, por tráfico interestadual de drogas. Foto: Polícia Civil/Divulgação