Nos próximos 30 dias, a Polícia Militar de Santa Catarina vai lançar um aplicativo para a população. O objetivo é aumentar a segurança de quem chama os serviços da PM e diminuir a taxa de falsas ocorrências. O aplicativo vai contar com uma segunda função – o módulo de violência doméstica. As mulheres que têm medidas protetivas a seu favor vão ter acesso a um botão pânico. Nele, será possível acionar a polícia em caso de ameaças ou riscos.

A ferramenta tem o objetivo de permitir que o cidadão acione o 190 da Polícia Militar sem fazer ligação, garantindo agilidade nos serviços de segurança e ajuda em situação de risco. O valor a ser investido no projeto é de R$ 1.063.087,00

A ferramenta também vai atender vítimas de violência doméstica e familiar e o Programa Rede de Vizinhos PMSC. Uma tecnologia a serviço do cidadão e em prol da segurança pública.

O aplicativo está sendo desenvolvido pela PMSC, em parceria com FRBL, MPSC, Secretaria de Estado da Segurança Pública e Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc), para o dois principais sistemas operacionais para celulares e tablets, Android e iOS.

Como vai funcionar

Após baixar o aplicativo, o usuário fará um cadastro no sistema, informando seus dados. A partir daí, poderá utilizar uma série de funcionalidades, como o botão de pânico para mulheres vítimas de violência. O cidadão só precisará responder perguntas com respostas “sim” e “não”. Além disso, poderá enviar fotos, vídeos e áudios. A localização será transmitida por meio de GPS.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger