Na última sexta-feira (18), o Congresso Nacional derrubou um veto presencial, fazendo com que o valor do Fundo Eleitoral aumentasse de R$ 2 bilhões para mais de R$ 5,7 bilhões.

O veto foi, inicialmente, analisado na Câmara e os deputados o derrubaram por um placar de 317 votos a 143. No Senado, foram 53 votos pela derrubada do veto e 21 por sua manutenção.

Confira como votaram os parlamentares catarinenses:

Deputados

Favoráveis ao Fundão Eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Angela Amin (PP)

Carlos Chiodini (MDB)

Celso Maldaner (MDB)

Darci de Matos (PSD)

Fabio Schiochet (PSL)

Pedro Uczai (PT)

 

Contrários ao Fundão Eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Carmen Zanotto (Cidadania)

Caroline de Toni (PSL)

Coronel Armando (PSL)

Daniel Freitas (PSL)

Geovania de Sá (PSDB)

Gilson Marques (Novo)

Ricardo Guidi (PSD)

Rodrigo Coelho (Podemos)

Se abstiveram:

Helio Costa (Republicanos)

Rogério Peninha (MDB)

Senadores

Favoráveis ao Fundão Eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Dário Berger (MDB)

Esperidião Amin (Progressistas)

 

Contrário ao Fundão Eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Jorginho Mello (PL)