O Procon de Florianópolis divulgou uma nota de alerta aos supermercados e postos de combustíveis para os preços abusivos em função da greve dos caminhoneiros. Em uma reunião que ocorreu na segunda-feira (28), o órgão afirma que entregou à Associação Catarinense de Supermercados (Acats) e ao Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis de Florianópolis (Sindópolis) uma notificação que deve ser repassada aos estabelecimentos.

AO VIVO: acompanhe a paralisação dos caminhoneiros em SC

A orientação é para que os preços não sejam majorados de forma equivocada. Segundo o órgão, o aumento só pode ser praticado caso seja comprovado com nota fiscal.

"A ideia é que, após o término da greve, estes estabelecimentos continuem praticando os mesmos valores de antes, sem elevação injustificada, já que esta prática fere o Código de Defesa do Consumidor", informou o Procon.

O Procon se comprometeu a fiscalizar os estabelecimentos assim que a greve terminar.

Quer receber as notícias no WhatsApp? Clique aqui