“O pessoal sempre comenta que estão roubando muitas casas por aí”. É o que relata o dentista Diego Andrey Peça, que tem um consultório no bairro. Segundo ele, o aumento tem sido notado pelos moradores do Rau, que pedem mais patrulhas policiais para minimizar essas ações. “Eles poderiam passar mais por aqui, essa semana mesmo roubaram a casa da vizinha ali de cima”, diz.
https://ocponline.com.br/bairro-rau-em-jaragua-do-sul/
Mas os números não são alarmantes, de acordo com o major Aires Volnei Pilonetto. Em janeiro de 2017, o bairro registrou seis furtos e outros quatro no mês de fevereiro. Já este ano, segundo o major, foi registrado um furto em janeiro e quatro em fevereiro. “Dá para dizer que neste ano teve aumento, de um para quatro, mas eu tenho convicção que tem muito mais furtos acontecendo, mas nem todos acionam a Polícia Militar”, diz.
O major ressalta o trabalho atuante do Conselho Comunitário de Segurança no bairro, mas chama a atenção para a necessidade de registro dos delitos como forma de municiar a polícia com dados que permitam desenhar as ações de segurança.
“O envolvimento dos moradores do Rau com o Conseg, com certeza favorece a segurança de todo o bairro, então, é algo bastante relevante. Mas é importante que as pessoas vítimas de algum tipo de delito façam o acionamento da polícia. Para nós é muito importante, permite fazer o direcionamento de ações”, destaca.

Pavimentação também é uma solicitação dos moradores do Rau

A pavimentação é outro ponto que, para Peça, deveria ser olhado mais de perto pela gestão municipal. Ele aponta problemas como a falta de pavimentação em algumas ruas e a manutenção deficiente em outras como melhorias que poderiam ser realizadas. “As ruas têm muito buraco e não se vê ninguém arrumando”, diz.
A Prefeitura explica que foram pavimentadas as ruas Waldemar Rau e a Cesare Valentini, no acesso ao Centro de Inovação, logo após o limite do Rau com o Três Rios do Sul e que, atualmente, as ruas da região conhecida como antigo Rodeio estão em fase de pavimentação.
Em relação a manutenção das vias, a Prefeitura alega que uma nova licitação está sendo encaminhada prevendo a aquisição de asfalto quente, “o que dará mais qualidade nas operações tapa-buracos”, finaliza em nota.