Iniciativa inédita no País, o financiamento voltado à adequação da ligação de imóveis à rede pública de esgoto pela Caixa Econômica Federal através do Cartão de Crédito Se Liga na Rede, lançado pela Prefeitura de Florianópolis em parceria com a Casan, iniciou nesta segunda-feira (3).

Os cidadãos em geral, independente da faixa de renda, interessados em financiar até R$ 5 mil com pagamento parcelado em 60 meses para realizar as obras necessárias devem dirigir-se à Agência Central da Casan, na Rua Saldanha Marinho, nº 374, no Centro da Capital.

O Cartão de Crédito Se Liga na Rede integra o novo Programa Floripa se Liga na Rede, em vigor desde o dia 23 de agosto.

O valor financiado poderá ser usado para compra de materiais e para o pagamento do serviço prestado pelo profissional contratado (encanador, instalador hidráulico) escolhido de uma lista de credenciados para o trabalho após treinamento promovido pela Prefeitura e pela Casan que, por sua vez, estará disponível no site da companhia e do programa. Enquanto a quitação poderá ser feita parceladamente junto com a fatura de água da companhia.

Novo Floripa Se Liga na Rede

Foto Divulgação/PMF

O Programa Floripa Se Liga Na Rede visa promover a interligação de todos os imóveis atendidos por rede pública de esgotamento sanitário e a eliminação das inadequações que causam prejuízo a este sistema.

E foi remodelado deixando de ater-se à fiscalização para focar no diálogo e a conscientização da população, no que tange à necessidade da execução de obras de reparo e da regularização das ligações dos imóveis à rede.

“O Programa Se Liga na Rede que renasce não contempla a fiscalização como proposta, como sempre foi, mas vai mostrar como cada cidadão pode fazer a sua parte para melhorar a saúde dos moradores, a balneabilidade das praias e a qualidade de vida da cidade”, explica o Prefeito Gean Loureiro.

Afinal, de acordo com o Programa Floripa se Liga na Rede, as principais irregularidades constatadas no Sistema de Esgotamento Sanitário da Capital são imóveis não conectados à rede de esgoto, conectados parcialmente à rede de esgoto ou diretamente ligados à rede pluvial, e sem caixa de gordura, e água pluvial conectada à rede de esgoto.

O novo Programa Floripa Se Liga Na Rede vai se dividir em três frentes: presença de equipes nos bairros para levar informações, estrutura e apoio à população, elaboração de projetos e execução de obras de regularização dos imóveis.

“A Prefeitura está proporcionando as condições para que a população se sensibilize com o tema e ajude a fazer da Capital um modelo brasileiro em saneamento”, ressalta o superintendente municipal de Habitação e Saneamento, Lucas Arruda.

Neste sentido, também foi iniciada nesta segunda-feira (3), no bairro do Bom Abrigo, no Continente, a série de eventos regionais, os quais seguirão um cronograma que prioriza inicialmente localidades ainda não atendidas pelo programa.

Os bairros receberão bases provisórias e, a partir delas, equipes vão orientar os moradores sobre a importância de se regularizarem, ao mesmo tempo em que serão inspecionadas as residências e comércios da região. Após os trabalhos de regularização, uma etapa de fiscalização em massa será realizada pelas equipes da Casan, Visa e Floram.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?