Taylor Swift encerrará o ano de 2023 com uma considerável acumulação de recursos financeiros, de acordo com informações divulgadas pela revista americana "Variety" nesta sexta-feira (1º). Conforme os dados, a renomada cantora está projetada para receber aproximadamente US$ 100 milhões, o equivalente a cerca de R$ 488 milhões, provenientes do serviço de streaming Spotify. Este montante é resultado de um total de 26,1 bilhões de reproduções de suas músicas na plataforma ao longo do ano, além de possuir uma base de mais de 108 milhões de ouvintes mensais.

A estimativa da revista se baseia em um cálculo médio de US$ 0,0035 centavos por reprodução, chegando a um valor de US$ 104 milhões somente no mês de novembro, uma vez que o "Wrapped", retrospectiva anual do Spotify, encerrou-se em outubro. A publicação também destaca outros artistas, como Bad Bunny, The Weeknd, Drake e Peso Pluma, que também estão previstos para obterem vultosos ganhos em 2023. Dentre esses, apenas o intérprete de "Blinding Lights", que realizou uma turnê pelo Brasil, não lançou um novo álbum em 2023, mas ainda assim permaneceu no topo das paradas.

Vale ressaltar que, de acordo com um levantamento da Bloomberg, Taylor Swift já detém uma fortuna estimada em US$ 1,1 bilhão, aproximadamente R$ 5,5 bilhões. Em sintonia com o espírito expresso na música "Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53", a mensagem é clara: "as mulheres não choram, faturam"!