A obra da Ponte Joinville, que fará a ligação entre os bairros Adhemar Garcia e Boa Vista, deu mais um importante passo.

O Governo do Estado emitiu o Decreto de Utilidade Pública, que possibilita que o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) analise a licença de supressão da vegetação no local da construção da ponte.

 

 

“A emissão do Decreto de Utilidade Pública é uma das condicionantes ambientais do licenciamento que permitirá ao IMA analisar a proposta de supressão da vegetação para o início das obras da ponte”, informou o diretor executivo da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra), Paulo Mendes Castro.

Além do licenciamento ambiental, que está em andamento, a Secretaria de Administração e Planejamento (SAP), a Seinfra e o Fonplata analisam o processo para lançar a licitação para o Termo de Referência da Gerenciadora da obra.

A Ponte Joinville, que vai ligar as regiões Sul e Leste de Joinville, partirá da avenida Alwino Hansen, no bairro Adhemar Garcia, seguindo sobre o rio Cachoeira, e será conectada com o sistema viário do bairro Boa Vista.

O contrato de financiamento de US$ 40 milhões foi assinado pela Prefeitura de Joinville com o Fonplata dentro do Programa Linha Verde Eixo Ecológico Leste Joinville. A ponte terá aproximadamente 833 metros de comprimento e 26 metros de largura.