A previsão de vendas da próxima data comemorativa em Santa Catarina já demonstra que a expectativa é de retomada gradual dos hábitos de consumo. Prova disto é o levantamento realizado pela FCDL/SC (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina) nas 20 cidades de maior potencial de consumo. O resultado é que 83,6% dos empresários do varejo catarinense preveem vendas para a Páscoa iguais ou melhores do que em 2017.
A consulta ainda revela que metade deles estima tíquete médio de até R$ 100, sendo que o otimismo é de que a faixa de oscilação fique na metade superior: 37% apostam este percentual entre R$50 e R$ 100, enquanto 13% aguardam vendas de até R$ 50.
Entre os consultados, 47,37% sinalizam positivamente para a realização de promoções. Em relação ao reforço do estoque, 26,32% disseram que haverá aumento e 57,89% devem manter o mesmo nível do ano anterior. A aposta é que, além do chocolate, itens de vestuário e calçados estarão entre os mais procurados.
No calendário de datas comemorativas, a Páscoa vem crescendo na preferência dos consumidores e se consolidou ao longo dos anos com uma grande oportunidade de vendas, como lembra Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC. “Anteriormente ligada apenas aos chocolates e aos doces, hoje a comemoração abrange outros setores do comércio. Muitos pais, preocupados com alternativas de lembranças para seus filhos, escolhem novas opções de presentes”, pondera.
* Com informações da FCDL