A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES/SC), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE), emitiu uma nota de alerta aos municípios catarinenses com algumas recomendações para que a Campanha de Vacinação contra a Covid-19 seja intensificada em todo o estado.

De acordo com o documento, os municípios devem definir estratégias para que, a partir do recebimento de nova remessa de doses, deem imediata continuidade à aplicação das vacinas nos grupos prioritários pactuados em CIB e elencados no Plano Estadual de Vacinação. O principal objetivo é acelerar a campanha em todo o estado.

 

 

“O estado tem recebido pequeno quantitativo de doses, mas elas têm vindo com certa frequência, praticamente todas as semanas, portanto essas doses não podem ficar paradas. A nossa orientação é para que elas sejam aplicadas assim que chegarem aos municípios. Caso um município encerre a vacinação nos idosos com 80 ou mais, por exemplo, ele tem autonomia para iniciar a vacinação nos idosos com 79 anos, 78 anos e assim sucessivamente”, explica a gerente de imunização da DIVE/SC, Arieli Fialho.

Estratégias de vacinação

A DIVE destaca que, para acelerar a aplicação de doses, ao mesmo tempo em que as medidas de prevenção necessárias para evitar a transmissão da Covid-19 são cumpridas, os municípios podem optar por diversos formatos de organização. Entre elas: a ampliação do horário de atendimento ou oferecimento de horários alternativos para vacinação; a realização de vacinação domiciliar para pessoas com dificuldade de locomoção; a vacinação no esquema drive-thru; a busca ativa nos grupos prioritários que apresentam baixa cobertura vacinal.