Candidatos que participaram do concurso para soldado da Polícia Militar de Santa Catarina denunciam uma série de supostas irregularidades na organização da seleção. A prova foi realizada no último domingo (11), em 12 cidades catarinenses.

Entre os problemas relatados estão erros ortográficos no caderno de provas, vazamento do tema da redação, postagens de fotos na internet feitas na hora do exame e desordem dentro das salas, com permissão de conversas, uso de materiais proibidos e dicas indevidas dos fiscais.

A corporação foi identificada como “Políca” já na capa do caderno l Foto Divulgação

A Polícia Militar confirmou o recebimento das denúncias e está apurando o caso. O comando da corporação diz que a empresa responsável pela realização da prova será questionada e terá que dar explicações.

O concurso teve inscrição aberta entre junho e julho, e registrou mais de 25 mil candidatos. O edital oferece 1.000 vagas para soldado, sendo 800 para homens e 200 para mulheres.

Quer receber as notícias no WhatsApp?