Pensando que o papel de uma faculdade vai muito além da função de ensinar, gerar conhecimento, e incentivar a cultura, os cursos de graduação também tem o dever de contribuir com a comunidade. Cumprindo esse papel o curso de medicina da Faculdade Estácio Idomed de Jaraguá do Sul desenvolveu o projeto de pesquisa, educação e saúde dos fatores de risco e proteção para doenças crônicas em idosos.

Como conta a orientadora do estudo Professora Dra. Luciane Peter Grillo, o projeto inicialmente tinha o objetivo de prevenir as doenças crônicas com um público geral e seria desenvolvido dentro das unidades básicas de saúde.

" Escolhemos os idosos, porque os alunos que atendem as UBS observaram que existe uma demanda muito grande nessa faixa etária. Então o projeto surgiu da observação desses acadêmicos nas unidades básicas de saúde" conta a professora Luciane.

Foto: Luciane Peter Grillo

Os 67 idosos atendidos no projeto tinham idade igual ou superior a 60 anos, e eram os moradores do Bairro Três Rios do Norte. No primeiro encontro foi feito um questionário sobre os dados pessoais dos participantes. Já no segundo momento houve a aplicação de estratégias utilizando o guia alimentar para a população brasileira na orientação alimentar da pessoa idosa e propondo desafios semanais durante um mês de acordo com a realidade encontrada.

"Os alunos tiveram contato periódico com os idosos nas unidades de saúde. Futuramente temos a intenção de desenvolver esse projeto com outros públicos", conta Luciane.

Na quinta-feira (30) aconteceu a entrega do material desenvolvido pelos acadêmicos para o público participante. Os alunos Andreza Carvalho Rodrigues, Camila Franzner Donath, Camila Yamaguti Lenoch, Matheus de Lima Kauling e Renata Ramos Marques entregaram para os idosos um imã para geladeira, uma cartilha com sete desafios diários, um banner para ser colocado no local dos encontros do grupo e os resultados obtidos no projeto.

Foto: Luciane Peter Grillo

Foto: Luciane Peter Grillo

Foto: Luciane Peter Grillo