Agentes de combate às endemias da Vigilância Ambiental, da Secretaria da Saúde, participaram nesta terça-feira (6) de treinamento sobre trabalho em altura. A programação foi realizada no Centro de Treinamento dos Bombeiros Voluntários, na Zona Industrial Norte. As informações são da Prefeitura de Joinville.
O treinamento foi baseado nas orientações da Norma Regulamentar (NR) 35, que estabelece requisitos mínimos e medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores. Os agentes de combate às endemias participam das ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, vetor transmissor do vírus da zika, dengue e chikungunya.
“Com o crescimento do número de focos positivos, as vistorias precisam ser mais detalhadas e os agentes têm que estar bem preparados”, destaca Nicoli dos Anjos, coordenadora da Vigilância Ambiental. Em algumas visitas, o agente precisa subir em escada para vistoriar caixas d’água, sistema de calhas e lajes. “O treinamento vai ajudar a minimizar os riscos de acidentes e melhorar a segurança dos servidores”, acrescenta.
O instrutor Tiago Indalêncio passou noções sobre a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e uso de escadas e cordas. “São orientações para que eles possam reconhecer e minimizar os riscos durante as atividades”, comentou. De acordo com a NR 35, considera-se trabalho em altura toda atividade exercida acima de dois metros do nível inferior, onde haja risco de queda.
A agente Patrícia dos Santos, 17 anos de atuação na Prefeitura, considerou o treinamento importante na parte profissional e pessoal. “Vai ajudar a reforçar a segurança e a melhorar a qualidade do nosso trabalho”, comentou. Em 2018, segundo a Vigilância Ambiental, foram encontrados 161 focos positivos do mosquito Aedes Aegypti, a maior parte no bairro Boa Vista.