Páscoa sem chocolate não tem o mesmo sabor, afinal, o período é ideal para se deliciar com ovos e bombons exclusivos para a data e que invadem os supermercados à nossa volta. Mas, quem se preocupa com a saúde e com a balança deve fazer algumas escolhas conscientes para usufruir apenas dos muitos benefícios desse doce tão tentador.
Conforme a médica nutróloga Cristiane Molon, o chocolate contém fitoquímicos, substâncias que podem atuar no combate à dor e à inflamação. Rico em antioxidantes, ele também é capaz de neutralizar os radicais livres, gerados naturalmente pelo organismo. Os radicais livres tendem a aumentar com o estresse crônico, sol excessivo e alimentação desregrada e, em excesso, são gatilhos para desencadear problemas cardiovasculares e doenças degenerativas.
Além disso, pesquisas não faltam para comprovar o impacto positivo do chocolate na saúde. Ao longo dos anos, elas descobriram que o alimento faz bem para a pele, intestino, cérebro e coração graças à riqueza nutricional do cacau. Mas, para se beneficiar, é preciso usufruir de pequenas doses e optar por versões mais saudáveis, ou seja, aquelas com grande concentração do cacau.

Dicas para quem busca emagrecer

A especialista comenta que o ideal é dar preferência ao chocolate amargo, evitando o branco. “Este é feito basicamente de manteiga de cacau, açúcar e gordura hidrogenada. Quase não tem cacau, ou seja, apresenta baixo valor nutricional”, explica. Já a versão ao leite também deve ser consumida com moderação, pois tem apenas de 20 a 30% de cacau, além de leite em pó, açúcar e gordura.
Quem busca emagrecer deve ficar atento à qualidade do produto, além de fugir dos excessos. “Para ter os benefícios do chocolate amargo, o recomendado é consumir de 60 a cem gramas ao dia. Porém, 30 gramas de chocolate amargo têm, em média, 120 calorias. É um alimento calórico e nutritivo, uma opção para quem pratica esportes”, esclarece.
Para evitar que as calorias do chocolate se transformem em gordura no corpo, a dica da nutróloga é que o alimento seja consumido durante o dia. Quem quer emagrecer deve evitar as versões com castanhas ou amendoim, pois são bastante calóricos. “Para ser contemplado com os nutrientes do chocolate, prefira as versões amargas e consuma moderadamente”, ressalta a médica.
Com informações de Assessoria de Imprensa