As principais torcidas organizadas de Palmeiras e Cruzeiro entraram em confronto na rodovia Fernão Dias, em Minas Gerais, nesta quarta-feira (28). Os palmeirenses viajavam à capital mineira, onde o Verdão joga contra o Atlético-MG no Brasileirão, enquanto os cruzeirenses seguiam para Campinas, onde a Raposa pega a Ponte Preta na Série B.

Em imagens circuladas nas redes sociais, é possível ver torcedores armados com paus e barras de ferro. Rojões também foram usados e até houve disparo de arma de fogo com quatro pessoas sendo atingidas, conforme boletim da PRF.

Alguns torcedores aparecem ensanguentados, inclusive o presidente da Mancha Verde do Palmeiras, Jorge Luis, que foi espancado por membros da Máfia Azul do Cruzeiro e teve seus documentos roubados.

"Você vai voltar vivo porque nós temos ideologia", diz um membro da organizada do Cruzeiro enquanto filmava Jorge com a cabeça ensanguentada. "Porrada é massagem", diz outro cruzeirense celebrando a briga. "Os caras deu tiro, baleou dois de nós. Cinco deles [estão] judiados, ensanguentados, principalmente o presidente deles. A Máfia Azul varreu a Mancha Verde, não foi qualquer torcida”.

A Máfia Azul se pronunciou nas redes sociais e afirmou que foi vítima de emboscada por parte dos palmeirenses.

Veja os vídeos: