Cristiano Ronaldo se envolveu numa polêmica no último fim de semana ao derrubar o celular de um torcedor do Everton no chão com um tapa, na saída de campo após a derrota do Manchester United, pelo Campeonato Inglês.

Horas depois, o português pediu desculpas pela atitude e convidou o jovem Jake Harding, de 14 anos, para assistir a uma partida em Old Trafford – estádio do United - para demonstrar seu arrependimento.

Jake Holding e a mãe durante o jogo | Foto: Reprodução

Porém, o garoto, que tem autismo, recusou o convite do craque, conforme destacou a mãe Sarah Kelly, em entrevista ao jornal Liverpool Echo.

“Por que faríamos isso [aceitar o convite]? Só por que ele é o Cristiano Ronaldo? Agiu como se devêssemos um favor a ele, mas não devemos. Sinto muito, mas recusamos gentilmente a oferta, pois Jake não quer ir pra lá e não quer ver Ronaldo”, disse.

“Por que eu deveria viajar para Old Trafford? Por que um 'blue' quer ir visitar um 'red' (alusão às cores de Everton e Manchester United). Se ele fosse genuíno, acho que deveria ter se virado no momento do incidente, pegado o telefone de Jake e dito: "Me desculpe", concluiu Sarah Kelly.